Haveria de Concordar

Com o Alexandre Homem Cristo (sim, eu não estou contra tudo o que ele ou outros escrevem, basta que escrevam coisas coerentes e com lógica não ditada por interesses). Estas provas de aferição, criando um corte com o que era passível de comparação a médio prazo, não explicam nada de relevante antes de alguma acumulação de dados ao longo do tempo. Em si mesmo são a tal “fotografia” que capta um momento, sem sequência e com critérios altamente discutíveis, do desempenho dos alunos. Mas como as provas das mesmas disciplinas só acontecerão de quando em vez, dificilmente será possível constituir uma série de dados que sirva mais do que agendas políticas de circunstância. Por exemplo, este ano os resultados foram “maus”, pelo que justificarão a intervenção em curso na gestão do currículo. Para o ano, prognostico melhores resultados (num outro pacote de provas) que, a um ano de eleições, permitirão “provar” a justeza de tal intervenção (tal como os resultados dos PISA 2015 justificaram a priori tal justeza).

correlation

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.