Um Telejornal, Pelo Menos Dois “Factos Alternativos” (=Mentiras)

Na RTP1, a completar a reportagem sobre a manifestação junto à Assembleia da República (em que Mário Nogueira anunciou uma vitória a ocorrer não sei quando), apareceu uma “explicação” sobre a situação da carreira docente que contém duas “inexactidões factuais”, qualquer delas desnecessária, depois de tudo o que tem sido dito e redito

A primeira:

IMG_6656

Não são apenas 7 anos, porque se acumula a este congelamento o de mais 2 anos, 4 meses e 2 dias de 30 de Agosto de 2005 a 31 de Dezembro de 2007.

A segunda:

IMG_6657

Não existe qualquer professor em exercício que chegue, com as actuais condições, ao topo da carreira (actual 10º escalão) em menos de quase 45 anos de serviço e isto só é válido para quem em 2010 já tinha chegado ao actual 9º escalão. E quando se fala que na questão do “mérito” para comparar com o resto da administração pública metem os pés pelas mãos, porque os professores (para o bem e o mal) uma avaliação do desempenho docente com classificações e quotas de progressão no acesso ao 3º e 5º escalão. Há professores em exercício com mais de 34 anos de serviço que estão a 2 ou 3 escalões do referido “topo”, bastando para isso terem tido “azar” no timing das progressões anteriores. E esse “topo” é uma coisa mítica, usada apenas para aldrabar estatísticas sobre as remunerações dos professores.

Quanto ao facto do actual PM ter contabilizado o “impacto orçamental” da reposição integral do tempo de serviço docente, a ser verdade, apenas dá conta da extensão do esbulho partilhados por todos os governos desde 2005.

5 thoughts on “Um Telejornal, Pelo Menos Dois “Factos Alternativos” (=Mentiras)

  1. Boa noite Paulo,
    também vi esta reportagem, que. Jornalistas sao estes e, logo na tv pública? ? Tanta desinformação so pode ser intencional, destruir a imagem dos professores. Sou professora, com 34 anos de serviço, estou no 7 escalão, ao qual progredi, em 1 de setembro de 2010. Congelamos a 1 de janeiro de 2011, feitas as contas, pelo barômetro do Dr.Costa, começamos a descongelar em 2018. Com os 4 meses que tenho no 7 escalão, ainda vou marcar passo mais 44 meses antes de chegar ao 8, ufa ja estou velha e cansada….. O melhor é nao fazer contas senão amanhã o que apetece mesmo é não sait da cama.

  2. “A carreira dos professores é mais generosa do que a dos outros funcionários públicos. Esta carreira é financeiramente insustentável. Será necessário pensar noutros mecanismos de carreira.” SICN, João Galamba, deputado do PS (com a concordância de Adolfo Nunes, deputado do CDS).

    Como era expectável, como o país é governado pelo centrão PS/PSD/CDS, dificilmente será retornada a colocação dos professores no escalão correspondente aos anos de serviço. Portanto, despedida definitiva do dinheiro perdido no congelamento (que já estava assumida) e da progressão aos escalões mais elevados (acima do 7º, não sendo este atingido por todos). E pelo teor da declaração, o resultado mais provável será alteração legislativa da carreira, dificultando ou piorando as condições ou limitar as vagas de acesso ao 5º e 7º escalões a um número restrito.
    Não vai haver consequências? Não o garanto para todos os professores: muitos continuarão com a mesma diligência mas outros tantos (legitimamente) desistirão dela…

  3. Não desisto.
    Nem da contagem integral do tempo de serviço.
    Nem da aposentação com novas regras.
    Nem do que é lectivo/não lectivo.
    Nem da redução por idade ir para a componente individual.
    Nem de lutar contra ultrapassagens em concursos.
    Nem de me indignar contra a indignidade com que os professores são tratados.
    Nem do autoritarismo de muitas direcções
    Nem de identificar o estardalhaço mumificado de velhas pedagogias apresentadas com novo vestuário.
    Nem de indicar as contradiçoes do que se quer da escola.
    Nem da ignorância dos experts da coisa.

    Pensamos que 1 dia de greve resolve todas estas questões?
    Pensamos mal.
    É uma longa luta.

    Levantados do chão e não deitadinhos no chão.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.