Por Uma Avaliação do Desempenho Televisivo

Só para tentar perceber – para além das disputas relativas entre si – qual o desempenho dos três grupos que dominam o panorama televisivo nacional e se os seus dirigentes e estratégias têm tido “sucesso” no “mercado” ou se temos pouco a aprender com o seu “mérito”.

A Televisão em Portugal – Análise das audiências e dinâmicas concorrenciais do mercado  televisivo português entre 1999 e 2016

Vale o que vale, mas quem diz que o “mercado” é que é a medida do “sucesso” talvez pudesse tirar as suas conclusões do continuado declínio. Por exemplo, os canais SIC estão metade do que eram (daí que seja preciso vender tudo o resto para os manter e ao Expresso); a RTP em 10 anos seguiu um caminho semelhante. A queda dos canais TVI é menor e mais recente, mas desde 2008 que o plano é deslizante.

Televisões

Se os professores devem ser avaliados pelos resultados (que têm subido neste mesmo período em termos comparativos internacionais) ou satisfação dos “clientes”, o que deverá acontecer nas paragens televisivas em que tanto emproado aparece com lugar regular a destruir qualquer esperança de credibilidade? Porque isto parece-me um desempenho “medíocre” para não dizer “miserável”.

Se este tipo de “análise” é simplista e demagógica? É capaz de ser, é capaz de ser… mas lá que diverte, diverte. Até porque é giro devolver a estratégia. Em especial em relação aos que andam mesmo preocupados em denegrir os professores por todos os métodos dos opinadores avençados às notícias seleccionadas.

 

4 thoughts on “Por Uma Avaliação do Desempenho Televisivo

  1. A SIC é o órgão oficial do Balsemão e a TVI era o da Teresa Guilherme mas esta acaba de ser despedida. Em geral decrepitude, escatologia e desinformação. Seriam uma vergonha se alguém assistisse.

  2. E se não fossem as novelas e o futebol…

    Olhem lá que nos jornalistas o tempo TAMBÉM CONTA… e…o pessoal a pensar que aquilo era só mérito…

    Sem querer comparar o que não é comparável, pois desde logo (e entre muitas outras questões) os níveis de funções e atribuições e competências são diferentes…

    5 – A mudança de um escalão para o escalão seguinte da categoria depende do cumprimento de TRÊS ANOS de SERVIÇO efectivo na empresa no escalão anterior e de resultado positivo na avaliação anual do desempenho, sendo aquele prazo reduzido para dois anos se o resultado for muito bom, e para um ano se for excelente.” (maiúsculas minhas)
    http://www.jornalistas.eu/ficheiros/1413672202_2010_04_09_InformacaoSindical.pdf
    quanto à avaliação…pois…também nos professores…

    Já agora estes jornalistas tão bons, que diariamente nos entram em casa pela TV, devem ser aqueles que levaram, em média, 120 anos (acho que ouvi bem… e não foi só uma vez…) para chegar ao topo… deve ser por isso que parecem tão decrépitos…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.