2 thoughts on “Já Chegámos à Madeira

  1. Já chegamos ao Zimbabwe

    Há ainda mais material desaparecido além das munições de 9mm?

    Nada nos foi comunicado. Talvez haja, ninguém sabe. Se é possível andar uma caixa de explosivos perdida que pertence ao Exército, no momento em que se vive altos níveis de segurança na Europa, e é devolvida benevolamente por quem roubou o resto das armas, não é propriamente um episódio que nos inspire confiança. Ou seja, a lista com o registo daquilo que o Exército admite como tendo sido furtado está prejudicada pelos factos. A conclusão que se pode retirar é que não sabemos a real dimensão do que pode ter sido furtado agora, há seis meses, há um ano. Não se sabe.

    Nem o Exército sabe?

    Não. Que eu saiba, não.

    https://www.dn.pt/portugal/interior/o-exercito-nao-sabe-o-que-foi-furtado-em-tancos-8944278.html

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.