Por Aqui Já Não Há Preocupação Com Milhões, 250 Para Ser Mais Exacto

24 de Novembro:

Nova taxa aprovada esta sexta-feira no Parlamento deverá ir buscar cerca de 250 milhões de euros aos produtores de energia renovável que até agora estavam isentos do pagamento da contribuição extraordinária sobre o sector energético (CESE).

27 de Novembro:

“O Governo não honrou a palavra dada”, vincou Mariana Mortágua antes de descrever todo o processo de negociação entre o Bloco e o Executivo sobre a medida. Defendeu que as renováveis “devem ser apoiadas – e são-no em toda a parte”, mas realçou que a EDP Renováveis tem em Portugal 12% da sua produção mas consegue aqui 27% dos seus lucros, sobretudo à conta dos 400 milhões de euros que são cobrados aos consumidores.

A bloquista diz que a medida acordada com o Governo era “uma medida correctiva, ainda muito parcial e moderada” e só em parte reduzia esses “lucros excessivos”, não atingia qualquer novo investimento e eram apenas chamados a contribuir os produtores antigos, cujos investimentos já foram “várias vezes amortizados”.

A medida, insistiu, foi “trabalhada e adaptada nos seus detalhes em acordo com os ministérios da Economia e das Finanças”. Foi aprovada na sexta-feira e a sua avocação na “vigésima quinta hora”, quando já expirara até o prazo formal para pedidos de avocação “é um episódio que fica na história deste orçamento e desta maioria política”.

O que fica à vista, diz Mariana Mortágua, é que o PS “preferiu amarrar-se aos mesmos sectores que já protegeu nos seus governos anteriores“.

Mas ainda não tinha, percebido que estamos a voltar a 2007?

O valor é mais do dobro do que dizem estar disponível para o descongelamento da carreira dos professores.

Realmente… há prioridades e prioridades.

Aguardo, sentado, a reacção vigorosa e emplumada dos defensores dos contribuintes (moitasdedeus, césaresdasneves, marquesmendes, etc, etc…) que nas últimas semanas se arrepelaram contra os gastos excessivos e os perigos de desequilíbrio orçamental por cedência a “interesses corporativos”.

O pântano continua pujante.

Frade

4 thoughts on “Por Aqui Já Não Há Preocupação Com Milhões, 250 Para Ser Mais Exacto

  1. o Sol ter revelado que o Governo iria ser avaliado por um grupo de cidadãos recrutado e pago pela Aximage, contratada por ajuste directo pelo executivo, por 45.202 euros, segundo o responsável da Aximage ouvido pelo Observador. Público

    Dava para pagar o salário anual de 4 professores no inicio da sua carreira. Com este tipo de gestão financeira não usem a fastidiosa justificação “Não há dinheiro” porque já cheira mal…

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.