Há Contratos Inoxidáveis e Há Os Outros

Eu também pensava ter um contrato de trabalho com o Estado que ele deveria cumprir, o que não fez. Ou então ressarcir quem ficou lesado, mas parece que isso não entra nas prioridades deste governo. Já em relação a outras matérias, parece que os contratos são sagrados e para cumprir mesmo que lesem o Estado e os “contribuintes”. Parece que se aplica só a grandes empresas e a estrangeiros.

Ministério acha “difícil” reverter contratos das cantinas escolares

 ***

Segundo António Costa, “houve um conjunto de investimentos que foram feitos, porventura com regras que não deviam ter existido”, por um conjunto de investidores com importância para a economia nacional.

“Portugal não pode nem deve dar sinal aos investidores internacionais de alteração unilateral das regras, mas renegociar com os operadores a redução da tarifa”, disse.

Já pensaram mandar a SE Leitão tratar do assunto da “alteração unilateral das regras”? Era em três tempos… limpinho, limpinho.

Frade

Anúncios

One thought on “Há Contratos Inoxidáveis e Há Os Outros

  1. A SE Leitão diz que esta reversão daria mais trabalho às direcções das escolas. Uma boa desculpa, quando as reclamações dão origem a muito mais trabalho.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s