António, Cala-te!

Tanto trabalho a afastarem o actual PM de assuntos polémicos e o homem esbardalha-se todo lá por fora ao armar-se ao pingarelho vaidoso.

Costa resume 2017: “Foi um ano particularmente saboroso para Portugal”

Em Bruxelas, o primeiro-ministro elogiou a evolução de Portugal em matéria financeira e considerou 2017 um ano muito positivo, sem comentar a actualidade do país.

Será necessário explicar-te, pá, que a vida é mais do que cumprimentos de regras europeias? Isto não é um programa de televisão, é a vida das pessoas, ou pensas antes de falares ou mais vale calares-te.

AntCosta

(three in a row… bingo… três posts com a etiqueta “animalário”…)

Anúncios

Uma Vez Galamba, Sempre Galamba

Envergonha-me pessoalmente que esta criatura seja deputado na minha Nação. O Parlamento deveria estar vedado a profissionais da traulitada.

João Galamba, deputado do Partido Socialista, comentou na edição desta semana do programa “Sem Moderação”, emitido no Canal Q e na rádio TSF, a polémica em torno da Raríssimas e, no que diz respeito a responsabilidades ao nível da fiscalização, fez considerações sobre que devia ter denunciado a situação das contas da associação.

“Há uma falha aqui, que é dos denunciadores à TVI”, começou por referir o deputado, esclarecendo que o dever do tesoureiro “tendo essa informação, deveria ter sido o de sinalizar nas contas da instituição e os órgãos internos da Raríssimas, porque esses sim é que têm o dever de fiscalização do normal funcionamento do dia a dia da instituição.

Secção “Coisas que Falharam a Primeira Página dos Jornais Por um Triz e Não Foram Lidas Pelo Provedor da RTP, pelos MoitasdeDeus e Outros Gajos Que Aparecem na TV e no Expresso a Dizer Bojardas”

É do Estado da Educação 2016. Valham-nos alunos, mesmo quando nos moem o juízo. São os que estão mais próximos de nós e sabem como as coisas são em primeira mão. E para quem defende que os professores têm medo de ser avaliados, esta é uma boa avaliação que deveria calar os idiotas, mas… eles têm muita prática na produção de baboseira.

TIMMS2015 c

Secção “Isto Já Está a Demorar Muito Tempo”

Foi o inquérito, agora ainda é o processo disciplinar? Tantos meses? A sério? Eu sei que os prazo permitem isso e mais, mas… qualquer dia parece aquilo do Gil Vicente (piada futebolística… ). OU então é arquivado porque coiso e tal, tecnicalidades.

O inquérito à fuga de informação no exame nacional de português deste ano determinou a abertura de um processo disciplinar a uma professora “para apuramento de responsabilidade nesta esfera”, adiantou hoje o Ministério da Educação (ME).

O processo disciplinar é aberto em consequência do inquérito da Inspeção-Geral de Educação e Ciência (IGEC), refere o comunicado da tutela, que não especifica a que escola pertence a professora alvo do processo.

 

Expresso voltou nesta quinta-feira a apontar a presidente da Associação de Professores de Português, Edviges Ferreira, como sendo a alegada autora da fuga. Questionado pelo PÚBLICO sobre esta suspeita, o presidente do Instituto de Avaliação Educativa, Helder de Sousa, confirma-a: “[Essa indicação] faz parte das informações que reportámos à IGEC” no âmbito da investigação que esta levou a cabo. 

turtle

 

Secção “Coisas Raras que Dão Gosto”

Tenho de agradecer ao “meu” Conselho de Turma que, 120 horas antes da data marcada para a reunião de avaliação do 1º período, me entregou tudo, permitindo que eu prepare a coisa em devido tempo e passe um fim de semana descansado.

(serão devidamente recompensad@s com as devidas vitualhas comestíveis e bebíveis na ocasião acima referida… se alguém mudar notas na reunião, eu apresento o talão da despesa)