Secção “Sinto-me Com Vontade de umas Pitadas de Demagogia”

Maria Emília Brederode Santos sublinha que Portugal e a Irlanda são os países desenvolvidos (da OCDE) onde mais se usa o método expositivo, o que também ajuda a explicar as dificuldades de muitos alunos e as elevadas taxas de reprovação que ainda existem no país, sem ter em conta outras formas de ensino que podem ser bem mais eficazes.

9 thoughts on “Secção “Sinto-me Com Vontade de umas Pitadas de Demagogia”

  1. Uma encomenda…é sempre encomenda… Uma mentira sem tino faz sempre jeito para formatar a opinião pública… para condicionar as negociações…
    …You may call me Terry, you may call me Timmy

    You may call me Bobby, you may call me Zimmy

    You may call me R. J. , you may call me Ray

    You may call me anything but no matter what you say

    You’re gonna have to serve somebody, yes indeed

    You’re gonna have to serve somebody

    Well, it may be the devil or it may be the Lord

    But you’re gonna have to serve somebody.”

  2. Milinha Brother dous Santos, e que tal uma ida ao dentista para te curar da dorzinha latejante?
    E atenção que sublinhar é típico dos copistas. Ex-Positiva hein Milinha?

  3. Quando li o artigo, pensei exactamente o mesmo.
    Mas não havia nenhum jornalista que pudesse perguntar como é que, com tantos professores a “despejar matéria” (adoro a expressão, é reveladora) os alunos andassem a ter resultados sistematicamente melhores nos teste internacionais que os ministros não hesitaram em usar para se acharem super-competentes? Hum…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.