E Depois Há Aqueles Escritores Que Esquecemos o Quanto São Bons…

… até começarmos a ler, quase por acaso, um dos livros que foi ficando , sem razoável explicação, para trás. Bastam as primeiras páginas para já não se largar. A mim não foi o Óscar e Lucinda que me “agarrou”, foi mesmo o True History of the Kelly Gang, lido naquele dialecto particular de australianos mal alfabetizados do século XIX (e, naturalmente, de tradução sempre problemática como o Angela’s Ashes do Frank McCourt para a Irlanda dos anos 30 e 40 do século XX).

IMG_7144

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.