Como se Gerem Crises

Há consultores para isso. A Cunha Vaz & Associados, por exemplo, gaba-se da sua intervenção em diversos sectores, como no caso da Educação. Percebe-se, pois, que as “centrais de comunicação” existem e não são apenas de clubes de futebol. A produção de conteúdos para a comunicação social está longe de ser uma novidade. Veja-se o exemplo dado no próprio site:

Consultoria

Já no caso do administrador Francisco de Mendia, talvez não fosse necessário destacar no currículo o seu papel de assesssor de Maria do Carmo Seabra num dos maiores desastres políticos, técnicos e comunicacionais de sempre na área da Educação.

Foi assessor da Ministra da Educação do XVI Governo constitucional, com a responsabilidade das áreas das Novas Tecnologias e da Comunicação, tendo gerido, durante esse período, a Comunicação de crise relativa ao concurso de colocação de professores.

Agradeço ao Prof. Luso o envio das referências acima, a que acrescento a nota sobre os 33 contratos no valor de quase 1,7 milhões de euros que esta empresa facturou a organismos do Estado (incluindo a então ainda vermelha CÂmara do Barreiro) e empresas públicas.

Anúncios

One thought on “Como se Gerem Crises

  1. Não gerem crises societais contra a classe docente? Seria deveras interessante e muito produtiva!
    Se calhar ainda não se lembraram… Teriam pano para mangas, pernas, enfim, para o fa(c)to todo!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s