Dever Cívico Cumprido

Já contei a história. Durante muito tempo, fui abstencionista convicto e “brincava” com o facto de a minha participação cívica ser mais relevante enquanto dador de sangue. Só que em 2005, quando muita gente pareceu distraída (ou, pelo contrário), voltei às mesas de voto para ver se o engenheiro não chegava lá, muito menos com maioria absoluta. Não resultou e o tipo lixou mesmo as coisas ainda mais do que já estavam e permitiu que outros viessem e, por causa dele, muitas outras malfeitorias acabassem por fazer. E desde essa altura, mais coisa, menos coisa, como se fosse um coincidência inconsciente, deixei de dar sangue. Hoje, voltei a fazê-lo, na minha escola. Já percebi. A outra participação cívica cada vez me parece mais inútil. Não porque a tralha tenha sido afastada mas porque se tornou uma espécie de mainstream que tudo cobre.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.