O Recenseamento

Temos os velhos registos biográficos, temos as plataformas para os concursos, temos as plataformas onde as escolas colocam periodicamente dados sobre tudo e mais alguma coisa, mas agora temos mais uma para “recensear” os professores e todos os seus dados. O Arlindo pergunta como vai a coisa. Vai andando. Como todo o disparate, a malta alinha e vai de carregar as mesmas coisas. E são horas e horas de fazer outra vez a mesma coisa ou, pior, ir ver se o que está escrito há anos e anos mudou ou está na mesma. Há umas semanas validei a autorização para a minha escola consultar o meu registo criminal. Estavam lá os meus dados no SGRHE. Mas parece que não chega e é necessário reverificar todos os dados profissionais dos professores.

O que é estranho, pois na última década têm sido publicados dados sobre o “Perfil do Docente” que apresenta números, quadros e gráficos que – pensava eu, estúpido – seriam obtidos a partir de dados rigorosos tratados pelos serviços do ME. Nada disso, parece. Aquilo deve ser feito assim na base do “talvez seja assim, mais coisa, menos coisa” (o que talvez explique porque dados de diferente publicações do ME sobre a mesma realidade frequentemente “descoincidam”). Aliás, há muito pouco tempo, o ME fez uma projecção dos custos como o descongelamento da carreira e mesmo com uma eventual recuperação do tempo congelado. Aquilo tinha números, somas, multiplicações e outras operações que passavam por ter algum fundamento, apesar das incongruências metodológicas rapidamente encontradas. Mas, pelos vistos, eram números que careceriam de confirmação, via “recenseamento”.

(e nem falo em tantos “estudos” e doutas opiniões baseadas em dados que, por ventura, são uma espécioe de adivinhações, desde o que achamos na pordata a publicações do cne)

Aparentemente, apesar do rico organograma funcional, a dgeec precisa que as escolas recenseiem os professores. Reparem nas atribuições das suas direcções de serviço, das “unidades orgânicas flexíveis” e das “equipas multidisciplinares”. Aquilo é um fartote de “competências”. Mas parece que há um certo “inconseguimento” no tratamento dos dados relativos aos docentes, sendo necessário fazer tudo – de novo – a partir da base, até alguém se lembrar que é preciso fazer tudo outra vez.

Lembram-se daquela conversa relativa às “gorduras do Estado”? Aqui encontram-se umas belas enxúndias. A “implosão” deve ter passado ao lado.

Banha

8 thoughts on “O Recenseamento

  1. Resmas e resmas de papel e dossiês andam saltitando dos serviços administrativos para o gabinete executivo. Tudo transportado em carrinhos de hipermercados….ehhhhhhh

    Sigam o exemplo da Amazon e criem uma startup ou um outsourcing qualquer…..

    /www.youtube.com/watch?v=Y3jTfUeXez8

    Gostar

  2. Paulo ,

    Misi ? Não cruza com o IGeFE… Não cruza com o MEC, são apenas uns senhores que estão lá e ligam pra escola a questionar se temos mesmo aqueles alunos… E se temos tantos subsdiados (algo que a DGesTE faz o mesmo “controlo”)

    E as exportações mensais que efetuamos com as requisições de fundos de pessoal/vencimentos, com os dados das fichas de todos os funcionários, tempo de serviço, datas de progressão, faltas e afins ?

    Pois, é preciso compilar os dados.

    A resposta oficial é, não tempos autorização para ter acesso a esses dados… parece piada!

    Tal como a situação da existência do INOVAR e JPM , não podemos cruzar processos… aprovam/certificam programas, mas não exigiam a migração total dos dados!

    O mesmo acontece com os alunos!!! Se efetuar um ciclo num agrupamento e mudar por aí a cima, não temos acesso informático de imediato… mas um gajo deve ser um iluminado e não podemos intervir porque 683 euros brutos é muita coisa…

    Sobre o recenseamento, é melhor não dizer nada publicamente…

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.