Não Posso Ter A Menor Dúvida

Que o mesmo líder sindical que processou um colega pelo que escreveu num blogue, alegando que isso causa danos à sua organização, processou de igual forma quem disse na televisão pública que os professores portugueses são uns “miseráveis”. E outras coisas que tais, que me parecem causar danos à dignidade moral de todos os professores, um valor que me parece estar – assim à primeira vista – ligeiramente acima dos pruridos organizacionais.

Entretanto, reproduzo, sem comentar, por causa de eventuais excessos que me possam levar a ser processado também, a última novidade negocial que li por aí:

A proposta que a FENPROF voltará a defender é que a recuperação se faça ao longo dos 5 anos, sendo recuperado, em média, 20% do tempo a considerar e, ao mesmo tempo, sendo garantido que até 31 de dezembro de 2019 todos os docentes terão progredido, pelo menos, uma vez.

Running

14 thoughts on “Não Posso Ter A Menor Dúvida

  1. Paulo, se alguém utilizasse uma frase que afirmava ser sua, com um teor que não era verdadeiro, o Paulo ficava indiferente? Julgo que não.
    Pelo respeito que tenho por si acredito que foi mal informado.

    Gostar

    1. Não seria a primeira vez.
      Mas dificilmente processaria a pessoa, limitando-me a fazer o desmentido.
      Aliás, nunca processei ninguém.
      Há quem diga que ele disse e o confirme publicamente. como se pode verificar no espaço onde a citação surgiu.
      O próprio parece que diz que não.
      Será que tentou repor o que afirma ter dito verdadeiramente?
      Não seria esse o primeiro passo a tomar? Ou será que está muito acima dos comuns “zecos” enquanto “representante”?

      Acho errada a forma que usou para tentar “esmagar” outrém.

      Gostar

  2. …” A proposta que a FENPROF voltará a defender é que a recuperação se faça ao longo dos 5 anos, sendo recuperado, em média, 20% do tempo a considerar e, ao mesmo tempo, sendo garantido que até 31 de dezembro de 2019 todos os docentes terão progredido, pelo menos, uma vez.”!…

    Será latim ou grego ?
    Apenas vacuidades.

    Gostar

  3. Uma vergonha, não exigir a reposição idêntica à dos outros trabalhadores da função pública é uma má política e uma estupidez que não lembra a ninguém. É insultuoso e minimiza o nosso papel. São os próprios sindicatos os que minam a nossa imagem, por favor, não nos defendam mais.

    Gostar

  4. o que significará “…, em média, 20% do tempo a considerar”??? – não deveria referir ” … em média, 20% de todo o tempo de serviço prestado (nos 9 anos, 4 meses e 2 dias de congelamento)”
    Será que já se rendem a que nem todo o tempo de serviço seja devidamente recuperado???

    Estou à espera de ver para quando diligências dos sindicatos para a INCONSTITUCIONALIDADE disto… quer-me parecer que o estado para além do aberrante tratamento diferenciado (as leis e estatutos foram os governos e/ou parlamento que as fizeram/aprovaram – a culpa não é dos profissionais) está também a obter ganhos ilegítimos com isto: teve-los no passado mas mantém-nos no presente e projecta-os para o futuro… à custa de uma classe profissional!
    Siga o “simplex” judicial: Tribunais nacionais para depois seguir para os tribunais europeus e/ou internacionais…

    Gostar

  5. O meu pai era da terra da Catarina Eufémia, terra diz-se que teve na sua origem alguma génese nómada. Povo sempre muito aguerrido e contestatário, onde a GNR não gostava de trabalhar por serem sempre confrontados com problemas. Fazendo homenagem à memória do meu pai ( pessoa boa e respeitada em Baleizão) neste momento difícil da minha vida, (e não é pelo facto de ser arguido) não desistirei de lutar pelo que acredito.

    Gostar

  6. Carlos, se bem percebi foi feita uma adenda quanto à origem da informação reproduzida.
    Poderia ser feita outra, se solicitada, corrigindo o conteúdo se isso fosse comunicado ao autor, correcto?

    Eu já fiz isso.
    Aliás, até já coloquei posts com acesso reservado quando constatei que continham factos errados ou demasiado controversos, logo que me prestaram esclarecimentos a esse respeito.

    Já fui “denunciado” umas vezes, nunca com razão, conforme decisões judiciais, exactamente porque sempre estive aberto ao exercício do contraditório.
    Esse contraditório foi solicitado ao colega Duílio?

    Gostar

  7. A Gisela Cardoso adicionou-me hoje como amigo no Facebook. Isto diz tudo da falta de carater de que sou acusado. Apenas acrescentei o nome dela onde já estava o grupo a que pertence. Para não haver dúvidas.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.