3ª Feira

Nunca deixar a anormalidade tornar-se comum ou a excepção ser regra. Uma coisa é ajustarmo-nos à diferença, lidarmos com a diversidade, ter recursos e jogo de cintura para lidar com os imprevistos, outra rendermo-nos ao inaceitável. Eu sei que andamos esgotad@s, mas enquanto me sobrar um pingo de ânimo, há linhas cuja travessia não pode fazer-se impunemente.

Calendario

9 thoughts on “3ª Feira

    1. Se me permite, coloquei estas questões não por prazer em contrariar, mas porque considerei importante um esclarecimento destas palavras para que pudesse comentar.

      Creio que, cada vez mais, a falta de uma boa comunicação resulta de usarmos palavras que, não sendo explicitadas, levam a atritos e à falta de debate.

      Olhe-se à nossa volta e veja-se como isto é, tantas vezes, uma estratégia do poder para nos manipular e dividir.

      Foi o que aconteceu aqui, neste post e nos comentários seguintes.

      É o que está a acontecer com as novas propostas para o séc XXI, na educação; é, por exemplo, o que acontece com o mundo laboral e o conceito nórdico de flexisegurança.

      Só 2 exemplos transversais à sociedade.

      Repito a minha ideia principal – a linguagem é uma forma de poder. Manipula-nos. E nós vamos atrás e fazemos o mesmo.

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.