3ª Feira

Nunca deixar a anormalidade tornar-se comum ou a excepção ser regra. Uma coisa é ajustarmo-nos à diferença, lidarmos com a diversidade, ter recursos e jogo de cintura para lidar com os imprevistos, outra rendermo-nos ao inaceitável. Eu sei que andamos esgotad@s, mas enquanto me sobrar um pingo de ânimo, há linhas cuja travessia não pode fazer-se impunemente.

Calendario

9 thoughts on “3ª Feira

  1. Infelizmente o pelotão dos Zumbis vai dando lugar a batalhões esperando que a reforma chegue ou que se aguentem o mais possível perto dela 😦

    1. Se me permite, coloquei estas questões não por prazer em contrariar, mas porque considerei importante um esclarecimento destas palavras para que pudesse comentar.

      Creio que, cada vez mais, a falta de uma boa comunicação resulta de usarmos palavras que, não sendo explicitadas, levam a atritos e à falta de debate.

      Olhe-se à nossa volta e veja-se como isto é, tantas vezes, uma estratégia do poder para nos manipular e dividir.

      Foi o que aconteceu aqui, neste post e nos comentários seguintes.

      É o que está a acontecer com as novas propostas para o séc XXI, na educação; é, por exemplo, o que acontece com o mundo laboral e o conceito nórdico de flexisegurança.

      Só 2 exemplos transversais à sociedade.

      Repito a minha ideia principal – a linguagem é uma forma de poder. Manipula-nos. E nós vamos atrás e fazemos o mesmo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.