O Remate Final

Estamos velhos, somos um empecilho. Realmente, já cá estava a faltar este “argumento”…

A idade é um obstáculo à mudança?

Os professores em Portugal são em média mais velhos do que os seus parceiros de outros países. E isto, segundo a OCDE, é um desafio para o desenvolvimento da flexibilidade curricular.

A ver se nos entendemos… nada contra a mudança, mas muito contra a arrogância, a estupidez e, principalmente, a tentativa de desacreditar os professores por todos os meios. O Costa cada vez parece mais o Gualter, só que tendo o bom senso (mas falta de coragem) de fazer outros dizerem por si o que pensa. Convidam alguém lá de fora, da OCDE, para fazerem este papel. E o Schleicher deve gostar de Portugal com este sol de Inverno, por isso, vem cá e vai de papaguear a cartilha.

Quanto à idade e a “flexibilidade”. Ao menos, eu já sou do tempo em que estas ideias eram realmente (quase) novas.

Haddock

16 thoughts on “O Remate Final

  1. Já não há paciência para o empecilho da idade em relação à mudança.

    O que acontece é que a idade e a experiência de tantas modas fazem com que o pessoal questione essa tal de “mudança”.

    Os experts da coisa estão a fazer confusão entre idade e flexibilidade físico-motora. Aí, sim, a idade vai trazendo empecilhos.

    Abram o jogo e digam, claramente, o que querem e para onde querem ir.

    Deixem-se desta espécie de eufemismos bacocos.

    Ai, dassssssse.

    Gostar

  2. Em relação à idade, se acham que somos tão velhos, então não nos deixam reformar???

    As benfazejas e repetidas “flexibilidade”, “interdisciplinaridade”, “competências transversais” (e as verticais? e as diagonais???)… pois… eu ainda estou a aguardar os estudos e a fundamentação teórica que demonstrem que vale a pena baralhar e voltar a dar as cartas destas admiráveis novas teorias.

    Não consigo evitar a estranha sensação de que bem posso esperar até me crescer a barba, mas enfim…

    Gostar

  3. Um dia irão precisar de professores e não os irão ter. Mas nessa altura, já os filhos desta escumalha estarão crescidos e integrados na “sociedade dos amigos e dos enteados” e com bons empregos a mandar bitaites aos filhos dos outros. Um cretino é sempre um cretino assim como um vintem é sempre um vintem

    Gostar

  4. Pois deixem-me só dizer mais isto, ó experts nacionais e worldwide:

    A gente reforma-se mas não nos vossos termos financeiros, com aquela penalizações à laia de pontapé
    A gente reforma-se mas não nos vossos termos de empecilhos da mudança
    A gente sai mas não pela porta dos fundos.
    A gente sai de cabeça erguida e pela porta principal.

    Espantados? Ó experts?

    É uma questão de Cidadania, espírito crítico e etc, que são muitas as cross-skills que quereis que ensinemos.

    A gente começa a implementá-las. Já!
    Com licença, a gente dá o exemplo.

    Gostar

  5. Havia na santa terra de meu saudoso avozinho um fogueteiro famoso. Naquele tempo, em pleno Maio florido, na festa de Santa Luzia, o afamado queimador de fogo era motivo de apostas e falatório por toda a aldeia. Tinha o abençoado homem a fama de lançar para os ares os petardos mais sincronizados de toda a zona Norte. Ou seja , o homem não se limitava a lançar a mecha, a fazer subir a cana, a explodir a pólvora, mas fazia tudo com uma cadência tão precisa que, quando saía a procissão, era mais a curiosidade para ver se o homem continuava com a obsessão apurada, do que com as rezas… Ao primeiro foguete, e a todos os seguintes , o homem acrescentava , um espaço temporal de mais, exactamente, mais 30 segundos … Não falhava!
    Ora o momento actual faz-me lembrar o velho fogueteiro, onde tudo rebentava numa precisão científica… Explico: primeiro Andreas Schleicher, a rebentar o primeiro foguete; depois uma sondagem sobre o fim dos exames, o segundo; hoje, um belíssimo artigo no Observador, sobre a mesma temática, o terceiro…
    Já estou curioso onde irá rebentar o próximo foguete e se a cadência será mantida…
    No caso do fogueteiro da minha aldeia, nunca lhe conhecemos o propósito… a estes fogueteiros parece que lhe adivinho melhor as intenções…

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.