Confiança

Os dados são consistentes em TODOS os estudos de opinião, ao longo dos anos. Mas… o discurso que insiste em afirmar o contrário, sem qualquer base factual, também. A partir do interior da própria classe, por parte daqueles que descobriram que são melhores do que os outros, só porque se puseram do lado do vento e da necessidade de “mudança”.

De acordo com o estudo de opinião realizado pela Aximage para o Negócios e o Correio da Manhã, as forças policiais são a instituição na qual os portugueses mais confiam: numa escala de zero a 20, o índice de confiança na capacidade que estes profissionais têm de combater o crime reúne uma pontuação de 14. De seguida na tabela, com uma pontuação de 13, constam as escolas e a sua capacidade de ensinarem coisas novas aos alunos. Merecem ainda nota positiva, embora sem distinção, os patrões e gestores, os partidos políticos e as famílias.

Em terreno negativo figuram a Igreja, quanto à sua capacidade de levar as pessoas a praticarem o bem, os sindicatos quanto à sua capacidade de defenderem os direitos dos trabalhadores, e os tribunais e juízes na sua função de administração da justiça (ver gráfico).

Aximage

6 thoughts on “Confiança

  1. A inversão das pontuações entre partidos políticos e sindicatos é interessante.

    Posso estar enganado, mas acho que o PCP não apoiará mais o actual tipo de solução governativa.

    Gostar

  2. em todos os momentos históricos de ocupação ou de repressão, existem sempre uns colaboracionistas. Aqueles que se juntam ao poder por motivos de sobrevivência ou por ignorância.Nada de novo, lamento apenas que os colaboracionistas não percebam que eles também vão sofrer com o poder desmesurado, mais cedo ou mais tarde. Quanto às sondagens, nada que me espante. Só os deslumbrados e escroques não aceitam as verdades

    Gostar

  3. Muito estranho este “estudo de opinião”.

    Os patrões e gestores portugueses estão em terreno positivo e em 3º lugar na confiança dos portugueses?

    Deve ter sido antes das palavras do Ferraz da Costa.

    Só em Portugal, apareceriam à frente dos sindicatos. Lindo. mas compreende-se num país com tão poucos sindicalizados.

    Os partidos políticos em alta na confiança dos Portugueses?

    Muito bem.

    E a escola e os professores em 2º? Bem, têm estado sempre em boa posição neste tipo de estudos. Mas depois vai-se a ver e levam pancada de todos os lados porque trabalham pouco e ganham muito, porque têm muitos dias de férias, porque dão aulas expositivas, porque não são do séc XXI, porque não lidam bem com os jovens, vão para o ensino porque não sabem fazer mais nada, porque prejudicam os alunos com greves, etc, etc.

    Gosto muito deste estudo e já me fez rir.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.