Dúvida Certamente Parva

Os professores queixam-se de ser discriminados em relação aos restantes funcionários públicos, mas a primeira discriminação foram eles que a exigiram em seu proveito: não ser avaliados como o funcionário público comum. (um certo Manuel Esteves no sobrevivente Jornal de Negócios)

Quando leio prosas mal amanhadas de tipos de divisões distritais do jornalismo, questiono-me porque nunca ousam fazer o mesmo tipo de observações sobre os médicos do SNS que, para além do mais, podem acumular com a prática privada sem qualquer problema prático especial. Sim, eu sei, a reverência com os “doutores a sério” impede este tipo de entrada a pés juntos muito usual com os “zecos”. O escriba em causa não é ronaldo, não é messi, não eusébio, não é platini, não é pelé. Tem mais o perfil e o talento de um goikoetxea.

Goikoetxea-Maradona

6 thoughts on “Dúvida Certamente Parva

      1. o duilio tem razão…os burros somos nós…
        A propósito, um prof se quiser uma espécie de ano de licença com vencimento, é ser eleito para vereador. Como? No final do mandato, as eleições ocorrem em outubro, e se não for eleito, regressa à escola sem componente letiva, porque os horários já foram distribuídos.

        Gostar

  1. Afinal, o que significa contar o tempo de serviço ‘congelado’? Se é para colocar o docente no escalão correspondente ao nº de anos de serviço que possui, então é sanada a discriminação negativa que agora existe entre gerações de docentes; se é para efeitos de aposentação, então não é resolvido aquilo que é direito de todos: ter a possibilidade de chegar aos escalões superiores. Mas as direções sindicais nunca contestaram o ECD na obrigatoriedade de obtenção de vaga para aceder ao 5º e 7º escalões, o que significa que implicitamente aceitam a elitização da carreira remuneratória, criando uma elite que pode chegar ao 7º a 10º escalões e a maioria ficar entre 1º e 6º escalões. Aliás, qualquer pessoa que inicie a carreira com o ECD atual, tem uma elevada probabilidade de terminar a carreira, no máximo, no 6º escalão, o que é castrador de expetativas legitimas. Portanto, se hipoteticamente surgir um milagre messiânico que devolva os tais 9 anos e coloque o docente no escalão correspondente ao nº de anos de serviço que possui, isso apenas é aplicado a um grupo de profs do quadro, deixando os mais novos à mercê das vagas, pelo que, é intrigante o motivo porque nenhum sindicato colocou em cima da mesa de negociação a eliminação da obrigatoriedade de obtenção de vaga para aceder ao 5º e 7º escalões…

    Gostar

Deixe uma Resposta para mario silva Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.