E O Mestrado Pré-Bolonha de 4 Anos Passa a Doutoramento e o Doutoramento Pré-Bolonha passa a Pós-Doc?

Licenciatura pré-Bolonha igual a Mestrado

Bebe a rir

(náááá… é só para efeitos de coiso…)

Anúncios

11 thoughts on “E O Mestrado Pré-Bolonha de 4 Anos Passa a Doutoramento e o Doutoramento Pré-Bolonha passa a Pós-Doc?

  1. Na nossa classe, tirar um mestrado e um doutoramento, à exceção do enriquecimento que o(s) mesmo(s) nos poderá(ão) dar em termos de conhecimento e evolução ao nível das práticas adotadas, é pura perda de tempo, sobretudo se o fizermos enquanto contratados. Onde é que já se viu isto? Há uma clara dualidade de critérios… Estive contratada durante 16 anos, durante esse tempo fiz duas especializações, tirei um mestrado e um doutoramento, tudo pré-bolonha. Anos de estudo, trabalho árduo e investimento financeiro sem qualquer reconhecimento, porque foram feitos enquanto contratada.

    1. Nos anos 90, os mestrados tinham 2 anos só de aulas… e mais outro tanto para fazer a tese, que não era um relatório da treta como o do feliciano. Agora em 2 anos está tudo feito e entregue, com limite de 120 páginas ou algo assim, metade delas com introdução e bibliografia vagamente vista.

      1. Exatamente, mestrado com 2 anos de parte curricular e 2 para realização da tese; doutoramento feito em 5 anos. Quase 10 anos que, para o nosso ministério, de nada valem. Afinal quem é que deve promover e incentivar o investimento na formação? De repente, perdi a noção… serei eu funcionária do ministério da educação? Não deveria ser este o primeiro a incentivar, valorizar e reconhecer o investimento na educação ao longo da vida? Na teoria sim, mas na prática… a coisa pia de outra maneira.

      2. Deve ter sido trabalho mesmo muito árduo. E num área altamente relevante como estória ou pé-dá-gogia ou medicine xinoise

  2. A massificação chega a todo o lado para nivelar tudo por baixo… Na Universidade, exceptuando os casos de cursos de grande procura, pelas possibilidades de emprego melhor remunerado, já se aceita tudo…Precisam de alunos como de pão para a boca, vão exercendo lobby como podem, já querem os alunos do profissional e até o Sr. Verdasca vem dizer em tom crítico – pasme-se – que 70 % dos alunos escolhem cursos de ciências e tecnologias no ensino secundário, porque dão acesso a cursos com emprego mais bem pago. Passar-lhe-á pela cabeça impor salário igual para todos?
    Plantaram um instituto superior em cada capital de distrito, licenciaram Universidades públicas e privadas à medida dos caprichos de cada autarca/político/ex-político e agora fechá-los é uma impossibilidade, por isso, a exigência, a qualidade, o rigor e a seriedade vão desaparecendo à medida que os alunos escasseiam. É a desregulação operada pelo liberalismo que cria enormes assimetrias e uma ilusão de igualdade pérfida. Ver os políticos hipócritas e demagógicos a apontarem estas assimetrias como problemas, fingindo que os vão tentar resolver ou minimizar, é confrangedor. O currículo do sr. Feliciano é mais do mesmo, a ética desapareceu da política há muito, deixando-a transformada num lodaçal nauseabundo onde os políticos vão esbracejando para apanharem a maior fatia do orçamento pornograficamente arrancado à plebe.

    1. o programa Qualifica cabe nesta exposição…mais concretamente para todos aqueles que se baldaram durante o ensino regular e infernizaram o ambiente escolar, e agora descobrem que precisam da habilitação para se candidatarem a determinados profissões…

  3. e já vem tarde!…
    Várias licenciaturas pré-bolonha tinham mais créditos que os mestrados bolonha atuais; por causa disso, sempre apresentei no currículo ‘licenciatura equivalente a mestrado’.
    Aliás, simplesmente ocorreu uma alteração cosmética nas universidades, que se limitaram a cortar disciplinas no currículo para este caber nos 4 anos ‘bolonheses’ exigidos; e tanto é verdade, que quem tinha a licenciatura pré-bolonha, podia pedir oficialmente a equivalência ao mestrado bolonha, desde que pagasse a propina de uns milhares de euros e apresentasse um relatório profissional para avaliação. Ou seja, as universidades criaram um pretexto para sacar dinheiro aos muitos licenciados pré-bolonha, com o beneplácito dos governos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s