Coisas Pouco Especiais

Acerca da nova lei do Ensino Especial, vou reproduzir aqui um comentário colhido no mural do Rui Falcão:

Depois de muitas declarações de fidelidade e de amor eterno à CIF (Classificação Internacional de Funcionalidade) o Ministério de Educação manda o aborto para o lixo. A INCLUSÃO tem destas coisas, uma vez que sendo uma ideologia de domesticação e monitorização da população aos desígnios do mercado global, tudo faz para confundir o essencial: para que servem a educação e os seres humanos? Antes era suposto o rebanho dos alunos estar separado por graus de exigência e respectivas competências. Agora basta a vontade (ou leviandade) de alguns pastores, para colocar todos ao molho e esperar pelo milagre da transformação da água em vinho AurunRed. Claro que quem agora clama pela inclusão GOLD, são os mesmos que defenderam com unhas e dentes afiados, a CIF e toda a treta psicorelatada que concedia a diferença individual. Agora lança-se a rede e apanha-se todo o tipo de criaturas que não conseguem escapar pelas malhas do novo sistema de pastoreio inclusivo…

Só quem teve de lidar, anos a fio, com as exigências das catalogações dos alunos por via da CIF é que poderá partilhar em pleno a sensação literalmente kafkiana daquela lista imensa de descritores, só verdadeiramente útil para mentes que reduzem tudo a grelhas e tabelas burocráticas.

CIF2

Anúncios

10 thoughts on “Coisas Pouco Especiais

  1. … “colocar todos ao molho e esperar pelo milagre” (…) . Pelos relatos que nos vão chegando, há escolas aonde a estratégia da “molhada” já foi posta em prática. Agora vamos ao milagre :1) alunos autistas, portadores de trissomia 21 e outros “vão à turma” ( para usar o jargão em voga) ; 2) aí chegados, devido ao seu perfil cognitivo, atitudes comportamentais e complexidade da matéria leccionada não conseguem “acompanhar” a aula , nada aprendendo ; 3) instala-se o caos na sala, com o professor em transe ; 4 ) os restantes alunos ficam, desse modo, impedidos de aprender – aula após aula. Eis o milagre em quatro “andamentos”.

    1. A respeito da educação especial, a “inclusão” é sinónimo de “poupar muito dinheirinho em professores e condições especializadas”, acabando o resultado final por ser um “nem aprendem uns, nem aprendem os outros, mas durante 50 ou 90 minutos alguém esteve a tomar conta deles”.

  2. 🙂 🙂
    Que maldizentes !!!!
    Estão necessitadas de ir a uma ” Oficina de Formação “….
    Como eu !!!! Eu fui !!! 🙂
    Papei 50 h ,2 créditos (fundamentais como o oxigénio) – Tema ” O Ensino Diferenciado e a Construção das Autonomias “, ano 2000.
    O que sofri !!!
    Ia falecendo.
    É que não aprendi nada !! ( ao contrário do Paulo ,que indo a muito poucas ,ainda conseguiu tirar algum proveito numa ou noutra ).
    Comigo foi ” cada tiro,cada melro ! “.
    Zero e muitos ,muitos nervos …

    1. Tem que passar a levar computador portátil. Dá para responder a e-mails, ler o jornal, pôr a conversa em dia com família/colegas/amigos, escrever um romance… quer dizer, dá para tomar notas 🙂

      1. Eheheh
        Isso aconteceu no tempo em que os profs ainda/até mudavam de escalão.
        Mas 50 h …foi muito difícil.
        50 h = a 10 dias ( úteis ) de praia, 14:00 às 19:00 h.
        Qual ensino diferenciado ao molho e quais autonomias tb ao molho ?
        Só tretas, nervos e espanto perante o aparente interesse de tantos colegas ” formandos ” , que colocavam inúmeras questões para debate. Eu miava, gania,ladrava e chorava baixinho para ninguém dar por isso.😴😴😴

    2. Aqui está outro nabo na púcara: até quando vão existir estes Centros de “Formação”?
      Além da absoluta imbecilidade da maior parte das temáticas, ou da forma como essas temáticas são tratadas, há todo um rol de dúvidas: custos, seleção dos formadores, logística associada…

  3. e assim acaba-se com a limitação de alunos por turma (<20), extinguindo-se uns horários e desvalorizando a malta do ensino especial…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s