O Que Há Mais Por Aí São Macac@s de Imitação

El hombre que ha desmontado la educación finlandesa: “Es un peligro imitarla”

El país nórdico se ha convertido en una referencia educativa global, pero un investigador sueco mantiene que estamos totalmente equivocados sobre los motivos de su éxito.

Pois… o que há mais por aí são equívocos. Pelas minhas bandas, por estas semanas é uma romaria de sessões de propaganda a muitos deles.

Finlandia1Finlandia2Finlandia3

(para quem quiser ler, sem pré-conceitos encarquilhados e respeito pelo contexto e cronologia dos factos, o resto está aqui)

18 thoughts on “O Que Há Mais Por Aí São Macac@s de Imitação

  1. Os idiotas regressam sempre a velhas ideias bacocas. São uma praga e vêm sempre com “Unfinished Monkey Business”. Conheço alguns finlandeses , investigadores, doutorados que sempre acharam esta “infatuation” do resto do mundo pelo sistema de ensino deles, uma pura ilusão. E banha da cobra, acrescento eu (a acrescentar desde 2003)

    Gostar

  2. Interessante como contraponto… (a “verdade” estará por entre algumas linhas de ambos os lados…)… Mas vais ler o artigo sobre o Ensino sobre Portugal (os professores ganham bem e as escolas têm uma grande autonomia…) e tens vontade de não ligar a este (o que é um erro… Não concordo com muitas destas posições mas tem aspetos que vale a pena ter em conta…)

    Gostar

      1. Artigo encomendado.
        Basta ler “altos salários dos professores”.
        1000 euros é um alto salário? Ainda mais em Espanha…

        Gostar

      2. Não tem de ser encomendado, basta muita incompetência e fast food jornalístico… Mas os artigos não têm de ser da mesma “estirpe”… A ver se tenho tempo de ler hoje o artigo (científico, não o jornalístico)

        Gostar

  3. Já sabíamos.
    Alguns de nós também vão tendo e desenvolvendo alguma sensibilidade para o que funciona (ou não) em sala de aula e vamos gerindo momentos mais intensos/menos intensos, mais expositivos/mais participativos, de maneira a ir equilibrando a coisa.
    Alguns teóricos é que precisam (para ganhar a vida) de convencer o resto da sociedade de que não o sabemos fazer.

    Gostar

  4. Ou seja, os velhos métodos são ainda os melhores.

    A Finlândia está a cair há muito tempo.

    O artigo sobre o ensino em Portugal é um tratado de asneiras. Assim se vê como a espuma dos dias e as cartilhas governamentais nos (des)governam.

    Gostar

  5. “os velhos métodos ainda são os melhores”

    Alguém me pode explicitar quais são?

    Finalmente, tenho grandes reservas em relação a este texto que li depressa demais, é certo, mas que não me convenceu.

    Há informação que falta e depois há aquela variável dos PISAs e outros testes afins.

    Na dúvida, e entre o 8 e o 80 dos experts, há que manter a calma….

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.