Em Boa Verdade, Não Está nos Dez Mandamentos…

… aquele que postularia que “não ganharás pela porta do cavalo uma tença do patrão privado enquanto ocupares cargo de governante em área directa ligada a interesses desse mesmo patrão”.

Adivinhem que escreveu isto, ontem no Expresso. Uma pista… em tempos já foi alguém visto como justiceiro contra os desmandos dos políticos. Já discordei dele em muitas ocasiões, mas vê-lo a escrever, preto no branco, que se calhar a coisa nem é reprovável porque outros já colocaram a mão no pote, não esperava.

MST 5MAi18

 

Anúncios

Num Agrupamento”Flexível” Perto de Si

Daqueles “inovadores” desde o primeiro momento, com puffs e rodinhas mail’as visitas de dignitários para fotos na imprensa, mas depois sem aquilo que permite comprar melões.

RedeRifas

(e depois querem-me convencer que, coiso e tal, isto por cá vai ser uma maravilha de não sei quê, como se fossemos muito escandinavos, só porque há quem faça viagens a países ricos e que não têm pinhos e bavas em cada esquina a sugar o tutano…)

Outro Problema de Fuso Horário

É o de muita comunicação social que agora já sabe tudo sobre fluxos financeiros. Sim, houve excepções. Sim, havia o risco de sofrer consequências com as denúncias sem ter o suporte do material judicial. Mas… jornalismo do dia depois, segurinho, praticamente todos podemos fazer. Enfrentar as bestas, antes que elas dominem tudo é que é de homens (e mulheres) de barba rija.

O que Eduardo Dâmaso escreve na Sábado de 5ª feira é verdade e ele até é daqueles que esteve em publicações que correram os seus riscos,  mesmo se há quem torça o nariz ao estilo. Mesmo se o estilo é adoptado logo que as coisas estão mais seguras. O que me canso de questionar é se ninguém desconfiava de nada do que se passava,  pronto, ao lado. Achavam mesmo que era tudo normal  que chovia ouro que dava para salpicar com tantos favores. Pois… apontar nomes e situações concretas é problemático, poderia criar mal estar entre colegas, levar a afastamentos e quem sou eu para saber exactamente quem, quando e como. Mas há tanto tempo que tanta gente se gabava de notoriamente estar a desfrutar acima das as possibilidades. Era só o Duarte Lima? A sério? Raios, eu que comprava tantos jornais em busca de informação… e ninguém sabia mais do qualquer comentador de café? E ainda me perguntam porque deixei um dos meus maiores prazeres/vícios… a compra diária ou semanal de papel impresso?

Como com o PS, andam agora muito apressados a denunciar o que já se sabe, sempre na esperança de – agitando uns quantos figurões – salvarem as tristes figurinhas que fizeram o cenário, o ambiente, o caldinho informativo de muitos anos (décadas?) de fretes ao serviço de poderes, dando a entender ao povinho muita mentira de forma voluntária, “plantada” progressivamente com menos decoro e subtileza.

Defendo uma “caça às bruxas”? Não, coitadas  delas que não existem, apenas me interessaria saber qual era a corte dos agora demonizados. Porque eram muitos e andam a disfarçar… aposto memso que até já andam com tochas nos teclados, a ver se a cristandade nova lhes assenta bem. Não lhes desejo mal daqui para diante, apenas que saibamos o que fizeram em tantos verões e invernos passados.

Sabado3MAi18

Sábado, 3 de Maio de 2018

 

Um Problema de Fuso Horário

O mea culpa do PS em relação a Sócrates chega com um punhado de anos de atraso. E sendo feito por quem tem sido, é capaz de só funcionar enquanto Sócrates insistir na sua inocência. Porque pode sempre acontecer que o animal feroz, ao sentir.se empurrado para o fundo, queira ter a companhia daqueles que certamente sabem que ele sabe que eles sabiam.

SocMLR

(a estratégia de sacrificar uma parte para salvar o todo, depende muito do grau de difusão da patologia pelo organismo…)