Leia-se “Contratar Barato” ou “Contratar Precário” ou “Contratar Empresas Amigas em Outsorcing”

Meter dentro que é necessário para depois subir na hierarquia. Concursos à medida, como alguém me dizia há uns dias. Ou contratar – alegando falta de recursos próprios – os serviços externos “certos” (basta ver o exemplo do seu delfim na CML).

Costa recusa consumir margem orçamental com salários

O primeiro-ministro salienta a necessidade de gerir o orçamento de “forma inteligente” e contratar mais pessoas, “tendo em vista prestar melhores serviços aos cidadãos”.

(…)

“Não podemos consumir integralmente essa margem [orçamental] com a evolução dos vencimentos de quem já está na administração pública, não deixando margem para fazer algo que é essencial para a melhoria da qualidade dos serviços públicos e das próprias condições de trabalho do atuais funcionários públicos, que é a necessidade de abertura de concursos externos para o reforço de pessoal nos diferentes serviços”, justificou.

Portanto… melhorar as minhas condições de trabalho, não é melhorá-las. É destruir o horizonte de progressão e contratar externamente quem recebe menos e ainda bate palmas, aproveitando para umas entradas “cirúrgicas”.

AntCosta

 

One thought on “Leia-se “Contratar Barato” ou “Contratar Precário” ou “Contratar Empresas Amigas em Outsorcing”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.