Um Homem Sensato (E Banqueiro, Para Mais…)

Confesso que ouvi, pela manhã, na TSF, a intervenção que fez num daqueles debates que são habitualmente intragáveis. Foi clara, documentada e articulada. Só me pareceu falhar um pouco nas soluções para a questão do “problema demográfico”, pois não chega promover a natalidade (com efeitos muito diferidos no tempo) defender o regresso dos emigrantes ou atrair imigrantes para aumentar a população activa e reduzir o rácio em relação aos dependentes, se não aumentar o emprego e se os salários continuarem baixos, gerando escassa receita fiscal e baixo consumo.

Horta Osório: Divulgação de grandes créditos aos bancos é de “elementar justiça”

Thumbs

2 thoughts on “Um Homem Sensato (E Banqueiro, Para Mais…)

  1. Permita-me, Paulo Guinote,que me afaste do tema para dizer o seguinte : causa-me alguma estranheza o silêncio que este blog dedicou ao relevante facto de um professor de Física e Química – a leccionar numa escola de Chaves -ter ganho o prémio Global Teacher Prize Portugal. Da minha parte, honra ao mérito, Dr.José Teixeira! O S. valor, associado à simplicidade e generosidade que alardeia, constitui para mim uma agradabilíssima referência e motivo de orgulho.

    Gostar

  2. Existem diversos prémios em Portugal para professores, desde os tempos do “Professor do Ano” instituído pela ministra MLR.

    Não é meu hábito noticiar os prémios desse tipo porque, independentemente do valor dos premiados, normalmente resultam de um enquadramento a que não sou muito sensível.
    https://guinote.wordpress.com/2018/03/22/o-confapito-doiro/

    Se quiser, posso desenvolver estas ideia.

    Mas, por exemplo, esta passagem:

    “- Não pode agir, por ação ou omissão, de forma a desacreditar a profissão docente, a Associação promotora das Mentes Empreendedoras e Inspira o teu Professor nem os seus parceiros, a Fundação Varkey, suas afiliadas ou respetivos diretores, funcionários, agentes e subsidiárias, (definidas por critério exclusivo da VF);”

    Compreendo, mas é uma limitação à minha liberdade de expressão.

    Por outro lado, já noticiei esse prémio, em conjunto com outro, pela coincidência deste ou aquele elemento do júri.
    E é aqui que tenho diversas reservas…
    https://www.globalteacherprizeportugal.pt/juris

    Foi dada voz aos alunos.

    Dito isto, os meus parabéns ao colega Jorge Teixeira e, na lógica que defendo no post, é pena que tantos outros excelentes professores continuem no anonimato porque não se candidataram a qualquer prémio e talvez merecessem reconhecimento público.

    Fiz-me entender?

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.