Ganda Cambalhota!

Garanto que ninguém foi apanhado mais de surpresa do que eu, em especial quando ainda às 21.24 me chegava um sms da produção a confirmar que a questão da “negociação governo/professores” era para ser abordada. Em nenhum momento, antes de me sentar, me foi dito que o tema central eram os resultados das provas de aferição.

Dito isto, dei a cambalhota possível, depois de ter estado a ouvir os tacticismos do José Manuel Fernandes e antes de um tipo que desconheço estar a falar como se percebesse das motivações de alunos do 2º ano.

Agora é esperar que o artigo de amanhã no Público não apareça a falar de espargatas.

surprised

 

21 thoughts on “Ganda Cambalhota!

  1. Esteve muito bem, virou a conversa para o assunto mais importante e não para o tema que foi lançado para distracção das massas. Os meus parabéns.

    1. Provavelmente não viu no comentário do outro post, volto a perguntar , porque quero fazer greve às avaliações dos anos de exame, onde posso encontrar a decisão do tribunal arbitral acerca dos ditos serviços mínimos?
      Nota: já assinei a ILC, na primeira semana, e continuo a divulgar.

  2. #CJ
    por favor, não sou toupeira nenhuma, sou sindicalizada no SDPA!!!
    Quem fixou os serviços mínimos FOI o próprio sindicato
    (que eu saiba) o único que convocou a greve a 15 de Maio, ainda os outros iam conversar e tal

    Provavelmente porque antecipou a definição dos serviços mínimos a uma greve aos anos de exame nacional…

    Pode confirmar no pré aviso de greve (final da página 5 e 6).
    https://www.sdpa.pt/downloads/033_Pre-aviso_Greve_SDPA_Reunioes_04-08_Jun2018_15Mai2018.pdf

  3. O Paulo expressa-se muito bem, com muita clareza e de uma forma perfeitamente natural, o que mostra a diferença entre quem está a trabalhar com alunos e por isso sente e sabe o que diz e os outros que não estão. Penso que quem não é professor e viu entendeu as coisas. Foi ótimo ter e muito bem ridicularizado as preocupações dos professores com as aprendizagens dos seus alunos e as preocupações de outros com as cambalhotas do 2º ano.

    1. É claro que não. O correto é: Foi ótimo ter e muito bem referido as preocupações dos professores com as aprendizagens dos seus alunos e ter ridicularizado as preocupações dos outros (resultados das provas) com as cambalhotas.

    1. Mas o que gostei mais de ouvir, foi uma palavra, tão pequena, 3 letrinhas apenas, mas que dizem muito:

      “paz”

      (as escolas precisam de paz)

  4. Muito obrigado, Paulo. Muito bem. Recentrou a entrevista no essencial e importante quando a jornalista (ou talvez melhor, a régie) o queria por a comentar cambalhotas dos putos de 7 anos. Há cada uma que não (só) lembra ao diabo.

  5. Ouvi depois da futebolada em que fui muito marcado, (ninguém gosta de sofrer um golo do “velhote”), o Paulo Guinote dizer na RTP 3, que não tinha muito jeito para a cambalhota! Falou bem, sobre o ridículo da preocupação de alguns agentes educativos com algumas provas de aferição, e ainda conseguiu “um golo”, comentando com uma habilidade que lhe reconheço, na baliza da atualidade (luta dos professores).

    Ouvi outro senhor que falou dos professores e da sua luta, que tinham lecionado nove anos em vão, e tive pena que não pudesse ter dito: – Nós lecionámos!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.