Para Efeitos Comparativos

TABELA REMUNERATÓRIA ÚNICA

Por exemplo:

Carreiras e categorias – Carreira de técnico superior

Para efeitos de análise do tubérculo:

TABELA DE VENCIMENTO – CARREIRA DOCENTE

Só para complementar… nas carreiras gerais, um Excelente dá 6 pontos e o Muito Bom dá 4, o Bom dá 2. Para subir de posição remuneratória chegam 10 pontos. O que significa que se pode subir de posição em 2-3 anos, enquanto 9 dos 10 escalões da carreira docente são de 4 ou mais anos de permanência obrigatória, mesmo com Excelente todos os anos.

Parece que é a isto que alguns inteligentes chamam progredir três vezes mais depressa. Sim sei que há quotas e chefias chatas em todos os lados.

conta

 

14 respostas para ‘Para Efeitos Comparativos

    1. Já estão colocados os links certos.

      As coisas não são lineares… mas é exactamente isso que quero demonstrar: que não devem comparar-se coisas diferentes e fazer paralelismos em nome da “equidade”.

      Sim, existem quotas para as avaliações… mas… é realmente disso que o Costa e o centeno, mais a Leitão e o Tiago andarão a falar, com o apoio dos porfírios desta vida?

      Gostar

  1. No que respeita à carreira de técnico superior não nos esqueçamos que a avaliação de desempenho está sujeita a quotas, o que constitui um assinalável constrangimento à progressão na carreira.

    A maioria não conseguirá ao longo da carreira obter “Muito Bom” e, menos ainda, “Excelente” consecutivamente. E se obtiver “Bom” em 5 avaliações consecutivas, só progredirá para o escalão seguinte após 5 anos (no fim de reunir os 10 pontos necessários)…

    Subir de posição em 2-3 anos não será para todos, os que o conseguirem serão uma excepção e não a regra…

    Mas isso em nada retira legitimidade às reivindicações actuais da classe docente que, do meu ponto de vista, são absolutamente válidas e legítimas…

    Gostar

      1. Pois sim, bem sei que sim…

        Mas a questão aqui era contrariar a aparente e enganosa facilidade com que se progrediria, nomeadamente na carreira de técnico superior, que é a que melhor conheço…

        Ou seja, uns de uma maneira outros de outra, estamos todos encalacrados… 🙂

        Gostar

  2. Sim, estamos todos encalacrados, mas a “comparabilidade” entre carreiras que o actual PM gosta de usar como argumento não é válida.

    Dar o tempo todo de volta a umas carreiras e apenas um terço a outras, porque são diferentes, desrespeitando o respectivo estatuto específico é – vinda de um alegado jurista de formação com passagem pelo MJ – uma absoluta vergonha.

    Gostar

  3. “Dar o tempo todo de volta a umas carreiras e apenas um terço a outras, porque são diferentes, desrespeitando o respectivo estatuto específico é – vinda de um alegado jurista de formação com passagem pelo MJ – uma absoluta vergonha.”

    Pois, essa parte parece-me absolutamente injusta e discricionária. E por isso assinei a petição e acompanho a evolução da mesma…

    Gostar

Deixe uma Resposta para pretor Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Foto do Google

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Foto do Facebook

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.