25 thoughts on “Na DGEstE Alguém Se Passou dos Carretos

  1. Já tinha visto.
    Achei que era incompetência grosseira e fico sempre surpreendida que exista quem se preste a estas sabujices.

    Isto é para meter medo aos directores que não se esqueceram que também são professores.

    Gostar

  2. A legislação em que esta «coisa» se escuda é que prevê a recolha de elementos se a ausência do professor se estender para além das 48 horas. O resto dos artigos em causa continua a dar toda a importância ao Conselho de Turma. Se levam esta palhaçada por diante, deixa de ser preciso haver conselhos de turma.

    Gostar

  3. Adorei o GIF! Fartei-me de rir! Está demais.

    Agora, de volta à gravidade da situação, acho que foi mesmo um grande tiro nos pés, pelo que as senhoras que estão a assinar estas missivas irão ficar de muletas, certamente.

    Conclusão: Lei é Lei, mas quando não dá jeito, não é preciso. Faz-se de qualquer maneira e quem vier depois que feche a porta. Estou a ver a chuva de recursos dos papás…

    Confirma-se: Vivemos mesmo na república das bananas!

    Ó Marcelo, que ainda queres república para presidir, é melhor que voltes depressa dos states!…

    Gostar

  4. Uma vergonha. Talvez lhes saia cara a brincadeira. E que isto venha de um governo dito de esquerda, dito socialista… ora, vou ali e já venho! Força aí! Quem ainda não fez greve que a comece.

    Gostar

  5. Que esta situação sirva para ensinar os profs em varias situações.
    Uma delas que eu sei que dá jeito é a entrega de notas com antecedência ao DT para adiantar a reunião.

    Gostar

  6. Podemos dar as notas para cumprir o determinado. Eu dei nivel 1 (um) a todos os meus alunos, das minhas 5 turmas de 9ºano. Se e quando estiver presente na reunião, farei as retificações a este lamentável lapso.

    Gostar

  7. Além de o servicinho ter sido encomendado a uma subalterna (legalidade duvidosa?)… Reparem o cuidado que houve em nunca escreverem que o conselho de turma se realiza, mas apenas que devem ser recolhidos os elementos. E depois faz-se o quê?
    “Alguém recolhe as classificações [sim, se não for cautelarmente suspenso] e está feito [?].”

    Gostar

  8. Então mas as reuniões, numa escola, não têm que ser marcadas com, pelo menos, 48 horas de antecedência? (o que combinado com os despachos que regulam os Conselhos de Turma, que indicam a repetição, no máximo, 48 horas depois, implica que sejam marcadas para 48 horas depois???)

    Gostar

  9. Colegas, o despacho normativo e a portaria a que esta nota informativa se refere prevê a realização da reunião no caso da ausência do professor ser previsivelmente prolongada. Faltar a uma reunião é uma ausência prolongada? Isto é mais uma manobra de distração… especialmente para a comunicação social.

    Gostar

  10. Estou com a DGEstE. Até que enfim fez alguma coisa de jeito.
    Não dá para fazer mais umas greves a ver se se acaba de uma vez por todas com estas reuniões onde uma pessoa perde dias de vida a ouvir discutir o sexo dos anjos?

    Gostar

    1. Concordo. Nem é preciso ir à escola para reuniões inúteis a ouvir os mesmos a dizer os mesmos disparates. Cada professor lança as suas notas a partir de casa na plataforma. A avaliação será certamente mais objetiva e rigorosa. Deixa de haver pressões e notas votadas nos CTs para passar o Josézinho e a Mariquinhas…

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.