Esclarecimentos na 2ª Feira?

De acordo com o Sol (notícia ainda sem link) o SE Costa estará hoje no Norte a tentar convencer umas dezenas de directores a colaborar com a estratégia do Governo no conflito com os professores e terá prometido para 2ª feira um esclarecimento à desastrosa “nota informativa” da DGEstE. Atendendo às declarações recentes em que afirmava que essa “nota” se limitava a transpor o que está na “lei”, não sei se essa é uma boa ou má notícia. Apenas registo que existe preocupação suficiente para enviarem o governante sorrisos para conseguir converter os directores renitentes.

O que acho estranho, ou me por isso, nisto tudo?

O desaparecimento do ministro Tiago e da secretária Leitão, a qual até deveria estar ufana nos seus truques legislativos que tiveram uma decisão favorável recente quanto ao concurso de Agosto. Só que os seus dotes empáticos para com os professores tendem para menos de zero.

carnaval

3 thoughts on “Esclarecimentos na 2ª Feira?

  1. Como já comentei, na acção levada a cabo com João Costa e no vídeo de Pais e EE da ES Filipa de Vilhena ( facebook) , onde apareciam 5 professores de colunas flexíveis e que aliás nem foram convidados , eram só louvores à flex. com alunos muito melhor preparados para exame segundo os presentes.

    Gostar

  2. Aí estão os comissários políticos no seu melhor, atraiçoar os ex-colegas pelas costas.
    A farsa dos 40, a discordância da nota informativa, foi isso mesmo… uma encenação.

    Gostar

  3. Costa estará a gerir a parte política da coisa. Tiaguinho e Leitão terão de manter low profile nos próximos tempos porque, está mais do que provado, basta a sua aparição para acicatar os professores. Qualquer outro líder mais lúcido já os teria demitido, como é óbvio. Por muito menos já foram demitidos outros ministros no passado: lembram-se de um do ambiente que foi demitido por causa de uma piada seca?

    Entretanto, o governo anda a fazer contas à vida. Para devolver os 9 anos e tal, sem perder a face, irão de seguida fazer uma série de mexidas. Das duas, uma, ou, quiçá, duas: alterar o ECD e impor mais garrotes, tipo escalões com 10 anos (não percebo esta obsessão com o número 10); ou mexer nas manchas curriculares dos diferentes anos curriculares e cortar a eito (literalmente) no número de disciplinas e/ou horas, de modo a reduzir a necessidade de professores. Para esta última estratégia, já terão o discurso preparado, que, aliás, já apareceu nas notícias desta semana ao de leve… Vai haver menos alunos, logo são precisos menos professores.

    Como ninguém está preocupado com o futuro, não levará muito tempo (creio que dentro de 8 a 10 anos) e já não haverá professores. Se repararem bem, conhecem algum aluno que queira ser professor?

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.