Treta

No Jornal de Letras de hoje o presidente da APH aparece a justificar as “aprendizagens essenciais” de que será co-autor.

IMG_8687_LI

Ora bem, eu sei bem que as “AE” não são um novo programa, nem alguma vez vi isso escrito nos “meios de comunicação social”. O meu problema, em particular, é mesmo com a selecção que foi feita entre o que se considera “essencial” e o que se acha acessório, quando na escolha se tritura a Antiguidade, do Egipto a Roma. Tudo em nome da “flexibilidade” e acredito que da salamização semestral da disciplina. Com a colaboração da APH, para parecer “bem”. Ou que se é “moderno”. Ou “século XXI.

2 thoughts on “Treta

  1. Os documentos das Aprendizagens são paupérrimos em relação à História, quer no Básico- pelo que leio-, quer no Secundário – pelo que conheço. Geram dúvidas e ambiguidades. Solução: pedir a professores competentes, do ensino básico e secundário em colaboração com o superior , que façam novos e escorreitos Programas e deixarem-se de “remendos”, que é o que são as atuais Aprendizagens. No caso do Secundário, trabalhamos com programas quase a fazerem 20 anos. Nunca tal aconteceu no pós-25 de Abril. Opinar sobre as Aprendizagens, com o pressuposto de que os Programas se mantêm, é exercício inglório.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.