Diz Que É Uma Forma de Autonomia

Do decreto-lei 54/2018 de 6 de Julho:

Artigo 33.º
Acompanhamento, monitorização e avaliação 
1 — O acompanhamento da aplicação do presente decreto-lei é assegurado a nível nacional por uma equipa, que integra elementos dos serviços com atribuições nesta
matéria, a designar pelos respetivos membros do Governo, podendo ainda integrar representantes dos Governos das Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira.
2 — As escolas devem incluir nos seus relatórios de autoavaliação as conclusões da monitorização da implementação das medidas curriculares, dos recursos e estruturas de suporte à educação inclusiva.
3 — Sem prejuízo das competências gerais previstas na lei e no respeito pela autonomia de cada escola, cabe à Inspeção -Geral da Educação e Ciência acompanhar e avaliar especificamente as práticas inclusivas de cada escola, designadamente a monitorização e verificação da regularidade na constituição de turmas e na adequação do número de alunos às necessidades reais, bem como no modo como a escola se organiza e gere o currículo, com vista a fomentar a eficácia das medidas de suporte à aprendizagem, garantindo uma educação inclusiva para todos.

E nada como o Parlamento, pela mão do Bloco, facultar os meios de forma célere:

A Assembleia da República aprovou esta sexta-feira uma recomendação ao Governo para que invista na Inspeção-Geral da Educação e Ciência, lançando concursos para recrutamento de inspetores.

O projeto de resolução apresentado pelo BE foi aprovado com a abstenção do PSD, PS e CDS-PP e votos favoráveis das restantes bancadas.

A recomendação pede, “com urgência“, a realização de concursos para o recrutamento de inspetores “em número adequado às necessidades reais da Inspeção-Geral da Educação e Ciência, tendo em consideração a necessidade de precaver a substituição dos inspetores que se aposentarão num curto espaço de tempo.

Hamster

4 thoughts on “Diz Que É Uma Forma de Autonomia

  1. Fantástico!!!!
    Nasceu a escola das práticas inclusivas!
    Estou para aqui pensando acerca de uma possível denominação para as práticas até ao DL 54/2018… exclusivas?; discriminatórias?; Exógenas?; Extraterrestres?; “Underníveis”?; … …

    Mas… na verdade… a verdadeira escola inclusiva… Terá sido a escola até hoje… – Basta ver como tanta aberração, falta de senso e diarreia mental chega a cargos de poder, de decisão, de alta administração… e, virando o “bico ao prego” – não fora assim e onde haveriam de arranjar trabalho?

    Gostar

  2. O Projeto de Resolução do Bloco não teve nada a ver com o diploma da educação especial. Coincidiram no tempo mas a motivação foi bem diversa.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.