Pelo Alentejo

Na última reunião de Executivo, a Câmara Municipal de Évora, de maioria CDU, decidiu revogar o contrato de delegação de competências com o Ministério da Educação, alegando falta de soluções para a “situação de rutura” nas escolas, devido à falta de funcionários. A Campanário falou com a vereadora do PS no município, Elsa Teigão, que votou contra esta proposta aprovada com os votos favoráveis da CDU e do PSD, considerando “que há uma desresponsabilização dos problemas existentes” pelo que “repudiamos esta atitude da CDU, do executivo”.

A socialista Elsa Teigão salienta que “uma vez estas competências estando no contrato de execução, permitem às autarquias, na sua ligação próxima com as realidades locais, resolver os problemas e identifica-los, resolvê-los e fazer propostas para os solucionar”.

Portanto, na sua opinião, “aqui neste caso, a CDU resolveu que atiraria a toalha ao chão” num “momento absolutamente em contraciclo, porque foi aprovada pela Associação Nacional de Municípios, na terça-feira [3 de julho], a proposta de descentralização por parte do Governo”. Neste cenário “a CDU decide que não quer assumir as competências, não quer continuar a assumir as competências que foram assinadas em 2009”, esclarece a vereadora da oposição.

Elsa Teigão vai ainda mais longe, considerando que esta decisão foi tomada “de uma forma um pouco eleitoralista e no sentido de aproveitar esta onda que se vive” um pouco de descontentamento, por parte dos professores nas escolas”. Mas “num timing completamente errado”, pois “foi assumido (…) que o rácio do pessoal não docente tinha aumentado este ano” e que “as verbas também tinham sido aumentadas”.

sinal

Anúncios

Umas das Melhores Formas de “Matar” um Assunto

É fazer uma “geral” de convocatórias para investigá-lo. Convocar mais de 100 pessoas para debater as rendas excessivas no sector da energia (quem as nega nos dias pares é quem se gaba dos lucros conseguidos nos dias ímpares) só serve para prolongar no tempo as audições e baralhar tudo, distribuindo culpas de forma tão generalizada, que ninguém acaba por ser culpado.

A estratégia do “chuveirinho” é isto mesmo.

shit-hitting-the-fan

Noticiário de 2ª Feira

O Lula foi libertado na Tailândia e um grupo de jovens irá parta o Panteão Nacional após ser resgatado pelo Mário Soares.

O que fica por saber é se, tendo o Governo/ME dito que não vai apresentar qualquer nova proposta pois considera que a sua está feita, a Plataforma Sindical andou a trabalhar para o bronze ou tem alguma ideia nova sobre o assunto.

ardina