Em Princípio, Amanhã, no Público…

… entre outros detalhes que poderão parecer pormenores, mas não são procuro analisar as consequências da nova portaria 223-A/2018 do SE Costa (artigo 35º, nº 8) se passar a determinar que “o parecer e as deliberações das reuniões dos conselhos de avaliação devem resultar do consenso dos professores que as integram”, desaparecendo a parte sobre a forma de votação como tem sido hábito até agora e como estava, por exemplo, no despacho normativo 1-F/2016 que determinava (nºs 4 e 5 do art. 23º) que “quando se verificar a impossibilidade de obtenção de consenso, admite-se o recurso ao sistema de votação, em que todos os membros do conselho de turma votam nominalmente, não havendo lugar a abstenção e sendo registado em ata o resultado dessa votação”, sendo que “a deliberação é tomada por maioria absoluta, tendo o presidente do conselho de turma voto de qualidade, em caso de empate.”

Se a resposta é para ser encontrada no CPA, vamo-nos rir muito no próximo ano lectivo.

Burnout

 

One thought on “Em Princípio, Amanhã, no Público…

  1. Os artigos 30 a 35 do CPA estabelecem os procedimentos relativos às votações nos mesmos termos que o articulado que cita.
    Não vejo qual poderá ser o problema.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.