É Melhor Esperar Reclinado…

… em especial depois de dar uma espécie de carta branca ao Costa para fazer o que entende, desde que não “ceda” a “radicalismos”. Afinal de contas, o excedente orçamental é para gastar em estradas e reposição de stocks em Tancos.

Marcelo espera “caminho de diálogo” entre Governo e professores antes do debate orçamental

MArcelo

(Wer ist Honecker?)

 

9 thoughts on “É Melhor Esperar Reclinado…

  1. E agora – Paulo? Next step? ILC – greve … temos o voto que não será entregue- mas isso não nos devolve o tempo nem o modo. A geringonça só serviu mesmo os interesses do poder: ser poder. Do BE e do PC/ Verdes não há a esperar. ” Agarra-me senão eu mato-o”. Sexta-Feira- 31 / 13

  2. “Contagem do tempo de serviço para carreiras especiais

    Na função pública, o tema mais difícil será a discussão sobre a contagem do tempo exigida por várias carreiras especiais, nomeadamente os professores, para efeito do descongelamento das progressões na carreira.

    As estruturas sindicais dos professores reclamam a contabilização de nove anos, quatro meses e dois dias, mas o Governo tem defendido que a medida teria um impacto orçamental difícil de comportar e mostrou abertura para alterações no regime de aposentação.

    Em entrevista ao jornal Público em 23 de julho, o ministro das Finanças, Mário Centeno, afirmou que “não é possível pôr em causa a sustentabilidade de algo que afeta todos só por causa” da contabilização do tempo de serviço dos professores.

    À exigência de contagem do tempo de serviço dos professores juntam-se outras carreiras especiais da função pública, como enfermeiros, funcionários judiciais, guardas prisionais, polícias e profissionais da GNR.

    Aumentos para a função pública

    Os sindicatos da função pública exigem aumentos salariais para 2019 entre 3% e 4%, além do descongelamento das progressões que está a decorrer de forma faseada desde janeiro de 2018. Os trabalhadores do Estado não são aumentados desde 2009.

    Sobre os aumentos na função pública, o primeiro-ministro disse, em entrevista ao DN, em maio, que “é um tema que será discutido seguramente na negociação no momento próprio”.

    Já o ministro das Finanças, que começou por afastar a possibilidade de aumentos no Estado no próximo ano, mais tarde, durante a apresentação do Programa de Estabilidade, em abril, disse que a atualização dependeria “dos equilíbrios que forem encontrados” para o OE2019.

    Entretanto, o BE voltou a propor este ano uma redução das contribuições para a ADSE em 2019 (atualmente 3,5% por mês) que, caso seja aprovada, resultará num aumento do rendimento líquido disponível para funcionários e pensionistas do Estado.”

    Visão

  3. Quando as expectativas de um homem da Lei e da Constituição se ficam pelos acordozinhos…nada mais há a dizer!
    Quem terá sido o/a energúmeno que inventou a expressão “Estado de Direito”??? – pois… “Com papas e bolos se enganam os tolos”!
    E, como eles se riem (e engordam)!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.