7 thoughts on “Mas É, Certamente, No Bom Sentido

  1. Paulo, gostei particularmente da ‘espécie de insanidade anual.’, que, como lhe é habitual, retratou muito bem!
    O último parágrafo? Imperdível e ‘intraduzivel’ para quem não fez formação no último ano letivo 😉😊!
    Invejo-lhe (no bom sentido, claro!), a garra, a energia – que parece não esgotar-se nunca – e a perseverança!!
    Obrigada e um abraço!

    1. Não fiz formação, mas recebi muitas “apresentações” (incluindo da mentora “cósmica”) e aquilo dá-me uma vontade de rir imensa, ainda mais do que quando fiz a profissionalização e este linguajar se começou a espalhar

  2. Eu fico, por falta de flexibilidade emocional, entre o riso e a tristeza😉.

    Face a este tipo de realidades? do sistema educativo, sinto que a minha formação de base foi mesmo muito básica… Falta-me o verbo, falta-me léxico para classificar/adjetivar tudo isto 🤔.

  3. Olhem se Bruxelas avisasse sobre a CGD, sobre a banca portuguesa, sobre as rendas excessivas, sobre os elevados custos da energia e das comunicações, sobre os monopólios e concertações de preços, sobre os custos das PPP´s, sobre as privatizações, sobre a contratação pública, sobre a captação do estado (e do orçamento) por interesses privados, sobre os paraísos fiscais, a fraude e as offshores, sobre a CORRUPÇÃO que assola este país, …
    Tadinhos…tinham muito aviso para fazer! Como o não fazem… no mínimo, deverão ser indolentes e preguiçosos!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.