Chegou a Cavalaria

Os professores portugueses ganham menos do que a média dos seus colegas dos outros países que pertencem à Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), mas, em comparação com os restantes trabalhadores nacionais que têm cursos superiores, auferem um salário 35% mais elevado. Os dados são do relatório anual Education at a Glance que é apresentado esta terça-feira, em Paris.

Claro que pouca gente irá ler que:

É a própria OCDE quem sublinha no relatório publicado esta terça-feira que os números sobre a diferença entre os salários dos professores e dos restantes trabalhadores com um curso superior devem ser olhados com prudência. Os autores do estudo apresentam o caso da Grécia onde a proporção de pessoas sobre-qualificadas no mercado de trabalho leva a ganhos médios maiores dos docentes em comparação com trabalhadores com as mesmas qualificações. “Isso pode explicar que os salários dos professores sejam mais altos do que os dos trabalhadores com formação similar”, lê-se no relatório.

Cavalaria

12 thoughts on “Chegou a Cavalaria

  1. Andam a chamar a cavalaria há dias para justificar o injustificável, fornecem-lhe dados falsos, para que digam o que querem que seja dito. O que andam a fazer aos professores desde 2005 é uma ignomínia pensada ao pormenor para cortar custos e diminuir a factura da educação. O objectivo foi quebrar a “espinha” dos docentes para, com mentiras, divisões arbitrárias, insultos, os colocarem numa posição fragilizada perante a opinião pública. Acções completamente iníquas e portanto ilegais à luz da CP, que se tornou, à semelhança de outros instrumentos, um “esfregão” nas mãos de políticos sem escrúpulos. Os professores estão cansados, estão esgotados, estão fartos. Por mim, aguardo para lhes dar a resposta no boletim de voto. Infelizmente não tenho força para mais.

  2. Será verdade que um professor português no topo da carreira ganha o que se avançou na SIC (56401 mil € por ano)? Rico país (… ou pobre jornalismo)!

    1. O pessoal anda distraído. Vou ter de reforçar aqui o apelo, pois há colegas a recolher em papel para tentar ultrapassar as falhas, mas eu não farei isso, por razões que depois logo se poderão explicar.

      1. Distraído e sem alento… o que se compreende perfeitamente….

        Além disso, como classe, funcionamos muito mal; caso contrário, nunca teríamos deixado passar o que vem sucedendo desde o Dr. Sócrates… (desculpem, o homem não é Dr…. É engenheiro, não é?)

  3. Que tal compilar 200 recibos de cada um dos 10 escalões, de diferentes docentes, de diferentes escolas, referentes ao, por exemplo, mês de Março de 2018, a enviar para a sede da OCDE, em Paris?
    Notas:
    *Teria que ser explicada a escassez no 10º escalão.
    ** Em cada um dos recibos constariam os anos, meses e dias de serviço?
    *** Destaque, a vermelho, dos valores bruto e líquido.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.