Cruzes, Credo!

Não me digam que a “bonificação” tem uma maçã na boca ou uma cereja no topo para quem estiver sem dar aulas há mais de 20 ou 30 anos?

Costa promete a Mário Nogueira surpresa na lei das carreiras

Entretanto, parece que recuámos 20 anos (não apenas na flexibilidade curricular) e que estamos de regresso aos encontros entre Guterres PM e Nogueira SPRC.

Primeiro-ministro recebido por manifestação de professores em Paredes de Coura

Entretanto, em semana de regresso de walking dead, não poderia faltar o Albino II:

“Se as escolas nos querem nas reuniões, nas festas, eventos, seminários, já não é tão verdade que gostem de nos ver discutir as questões de organização e pedagógicas”, disse Jorge Ascensão.

Thriller

(se a “surpresa” for a eliminação das quotas no acesso ao 5º e 7º escalão, eu como a maçã e a cereja, se for de outro tipo… já encomendei fraldas para adultos incontinentes…)

 

12 thoughts on “Cruzes, Credo!

  1. A surpresa será para beneficiar os sindicalistas, a ver se deixam de chatear.
    E eles, como sempre, vão trair os Professores: aceitam a abanar a cauda e acabou-se a luta. Bom, talvez não acabe a luta; talvez, ainda assim, coloquem um auto-colante, como da outra vez.

  2. A médio prazo, o derrube dessas barreiras implicaria maior despesa do que o reposicionamento.

    Sobre o Jorge sempre em ascensão, tenho a dizer que sim, senhor! Venham lá as associações de pais e EE e os ditos discutir com os professores (o verbo «discutir» deve ser entendido de forma eufemística) a pedagogia a implementar na sala de aula. 1000% de acordo!

  3. Cuidado.
    Bonificação no verdadeiro sentido? Para quem? Para quando? Com aplicação daqui a 10 legislaturas, quando a inteligência artificial permitir substituir professores por robôs que não recebem salário, que não adoecem, que não contestam, que não fazem greves, manifs,, etc., etc.??
    Olhem que com este(s) senhor(es) as surpresas tendem a ser negativas…
    O decreto anunciado agora já está pronto desde novembro.

    Cerejas? Maio já passou…
    O fruto caiu de maduro com aquele compromisso…

    Se for como o Paulo diz, confirmar-se-a que a tal geração maldita é o alvo a abater no imediato. As outras gerações mais ‘novas’ que não se iluda muito: ficaram com as rapaduras do que sobrar do bolo (já sem topo, logo, sem lugar para a cereja). 🍒🍒

    1. …que “sorte” 27 anos …de serviço e ainda me falta o mesmo tempo do 4.º escalão!!!!!!!!!!!! Ganho menos do que um professor, segundo OCDE, em início de carreira.
      Não há adjetivos para qualificar o que se passou hoje na imprensa deste país. São eles os verdadeiros culpados do aparecimento dos trumps.

  4. …” “bonificação” tem uma maçã na boca ou uma cereja no topo para quem estiver sem dar aulas há mais de 20 ou 30 anos? “…

    Será mesmo isso !
    Foi sempre o pretendido pelo Chefe Nogas ,o topo de carreira Nogas…Agora ? Há que dar “corda aos sapatos “, e os restantes colegas ? …” tenho pena ! ” ….

  5. Factos:
    – não há apoio parlamentar para a satisfação das reivindicações docentes, nomeadamente, da fação (PS/PCP/BE) que defendia a reversão e reposição de direitos;
    – a organização do ano letivo manteve-se idêntica aos anos anteriores, e portanto, este ano com a flexibilidade curricular, vai aumentar a componente não letiva de trabalho no estabelecimento com reuniões pedagógicas de equipas educativas (periodicidade semanal), sem estar explicita a devida compensação;
    – fica a perceção do esvaziamento funcional dos sindicatos, dado o insucesso negocial a todos os niveis (de carreira e organização do trabalho);
    – todas as formas de luta encetadas não provocaram mudança na gestão governativa, extinguindo o poder reivindicativo de uma classe;
    – qualquer reposição de tempo de serviço, beneficiará apenas uma percentagem dos docentes, porque a sua implementação faseada não garante a sua execução por outros governos e será bloqueada pelas quotas de vagas de acesso aos 4º e 7º escalões.

    Vivem-se tempos tão tenebrosos como na época 2005-2011 (curiosamente, de gestão socialista…) ou 2011-2015 (de gestão de direita conservadora)…esta padronização ideológica é assustadora, desmoralizante e perigosa para a chamada democracia…

  6. Ascensões… nem próximos do portão da escola (do lado de fora) o quereria quanto mais no seu interior … (tal gama que vá ter crises de andropausa e tentar engatar 2 neurónios nos respectivos trabalhos…)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.