E Se Vierem Aí Os Hiper-Agrupamentos Municipais? – 2

Cascais, claro. Um Carreiras sem travões vai acabar por hiperbolizar agrupamentos. Consta que foi camarária a ideia da fusão de dois agrupamentos numa “unidade de gestão” que, pelos últimos elementos disponíveis, irá para perto dos 3500 alunos. Onde? Ali para a Mãe d’Água.

Ibn

Anúncios

4 thoughts on “E Se Vierem Aí Os Hiper-Agrupamentos Municipais? – 2

  1. Isto so vai parar quando criarem o BIGONEagrupamento. Todas as escolas do país agrupadas.
    Ai sim… será o sonho dos nossos políticos e neoliberais.
    Na segunda-feira das aulas em Vila Real de Santo Antônio, na quarta-feira das aulas em Caminha.

  2. A Educação (ou Ensino) é uma mina de ouro cuja exploração decerto muitos aguardam ansiosamente. Cabendo à Câmara Municipal a gestão dos recursos educativos do concelho, verificar-se-á rapidamente que é uma tarefa hercúlea, para a qual terá que ser constituída uma equipa. Ou comissão. Melhor ainda: uma Empresa Municipal de Gestão dos Recursos Educativos (EMGRE). O rol de candidatos ao comprido poleiro da administração da EMGRE resume-se ao costume: não há que ter mérito próprio ou provas dadas no que quer que seja, nem demonstrar ter conhecimentos do que quer que seja – basta fazer parte da máquina partidária. O governo pagará X por cada aluno, à EMGRE, embora o custo real Y seja bem inferior a X, não resultando daí qualquer problema, porque a diferença é tão só e apenas “resultado” das fantásticas capacidades de gestão de recursos dos administradores ou gestores ou o que raio decidam chamar na altura. Obviamente, X-Y será o montante a distribuir disfarçado de prémios de gestão. Com jeitinho, num futuro não muito longínquo, o recrutamento de recursos humanos – ao abrigo de autonomias e tal – poderá passar para o nível mais desejado, isto é, gastando-se Z em recursos humanos, que fica bem abaixo do anterior valor Y e escandalosamente abaixo do valor X pago pelo “Estado”. É só contratar mão-de-obra barata, nomeadamente professorzecos pagos pelo ordenado mínimo nacional. Uma mina de ouro à espera…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.