Gosto Muito Do Amadora BD

Podia ter transcrito toda a peça do Amadora Cidade (página do fbook). Reconheço que esta “nova geração” de directores me diverte pela forma como se expressa em valências de intervenção e disparidades de naturalidades. E que sabe reconhecer “um espaço de construção muito grande” quando o vê.

,
Quanto ao futuro da Amadora, como cidade “tem um espaço de construção muito grande. Tem um potencial humano vastíssimo, muito forte”, reiterou.
.
Por isso, o grande “desafio” está em “trabalharmos para nós próprios”, fazer valorizar e crescer essa imagem de “fazer parte do município da Amadora, no sentido de que é uma marca de identidade”, explicou defendendo a ideia.
.
O fato de ser uma cidade onde a “disparidade de naturalidades é muito grande”, isso enriquece o território.Não temos uma costa maravilhosa, mas nós temos uma estrutura de município que está a querer crescer com o seu capital e valor humano. Tenho esperança e crença de que este investimento quer das escolas, principalmente da autarquia, comparativamente a outros municípios do qual tenho proximidade, irá representar no amanhã, um reconhecimento do que serão as pessoas, com marca do município da Amadora. Que irão ocupar posições, que irão estar em momentos decisivos e, em que o município poderá retirar o contributo que fez, no aspeto educativo para as pessoas que o envolvem”, concluiu.
.
O Diretor partilhou uma visão muito própria sobre o futuro da cidade: vê a Amadora a tornar-se uma “cidade transformada, uma cidade reconquistada, uma cidade revitalizada“. Está ciente que ainda há muito trabalho a desenvolver, até mesmo na “componente social”, mas nas “conquistas” diárias tem na sua ideia, ver a cidade a tornar-se “cada vez mais jovem e pluridimensional e pluricultural, no sentido do reconhecimento do que é o seu trabalho, o seu esforço e que é a mais-valia das pessoas que estão com ela”.
,
É por causa das pessoas, da proximidade e pelo fato de ser um território pequeno onde se desloca facilmente de um ponto para outro ponto da cidade, que Bruno Santos demonstrou que está atraído pela Amadora: atrai-me cá estar. É diferente do município de Lisboa que é megalómano com múltiplas valências de intervenção”.
ble
(alguém me explica o que quer dizer que foi “nomeado para integrar a Presidência do consórcio do Agrupamento de Escolas Azevedo Neves e homologado como Diretor em julho de 2018″?)

14 opiniões sobre “Gosto Muito Do Amadora BD

  1. Ele de facto foi nomeado pelo Ministério para presidir ao agrupamento em questão (o José Biscaia foi demitido e entretanto expulso da função pública!). Claro que quem escreveu “consórcio” está a leste da modelo de gestão das escolas públicas.

    Gostar

    1. Sim. Sempre há professores que são despedidos. 😉

      Confirmar aqui:

      https://dre.pt/home/-/dre/115556453/details/2/maximized?serie=II&day=2018-06-21&date=2018-06-01&dreId=115556426

      Aviso (extrato) n.º 8418/2018

      “José #### #### Biscaia, docente do Quadro de Agrupamento de Escolas Dr. Azevedo Neves, do grupo 320, portador do número de identificação civil #####, com o número de identificação fiscal ######, com última residência conhecida ########, é notificado nos termos do n.º 1 do artigo 222.º conjugado com os n.os 2 e 3 do artigo 214.º, ambos da Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas, aprovada pela Lei n.º 35/2014, de que por despacho constante em ofício/informação jurídica NID: I/00895/DSJ/18 da Inspeção-Geral da Educação e Ciência, datado de 05 de abril de 2018, realizado por Sua Excelência o Senhor Ministro da Educação Prof. Dr. Tiago Brandão Rodrigues, exarado no processo disciplinar NUP: 10.07/00067/EMS/17, lhe foi aplicada a sanção disciplinar de demissão prevista na alínea d) n.º 1 do artigo 180.º da Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas, aprovada pela Lei n.º 35/2014, com os fundamentos constantes das conclusões do Relatório Final do processo disciplinar e da informação jurídica acima indicados, com início de produção de efeitos nos termos do artigo 223.º da Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas.

      8 de junho de 2018. – O Presidente da CAP, Bruno Miguel Santos.”

      Gostar

  2. Tomara que tenha outras valências/ competências… E melhor ‘assessoria’ comunicativa…

    “num determinado sentido que, é para a população no sentido comum, para as pessoas”

    “as pessoas que coabitam conosco”

    “para que sintam-se mais valorizados”

    “fazer valorizar e crescer essa imagem de “fazer parte do município da Amadora, no sentido de que é uma marca de identidade”

    “irá representar no amanhã, um reconhecimento do que serão as pessoas, com marca do município da Amadora.”

    “Que irão ocupar posições, que irão estar em momentos decisivos e, em que o município poderá retirar o contributo que fez, no aspeto educativo para as pessoas que o envolvem”

    “É por causa das pessoas, da proximidade e pelo fato de ser um território pequeno”

    Cansei… É muita “gralha” para uma pessoa só. 😉

    Boa sorte, Agrupamento de Escolas Dr. Azevedo Neves!
    Boa sorte, Amadora! 😊

    Gostar

    1. Partilho da sua perplexidade, Ana A. . Teremos de denunciar – pelos meios ao nosso dispor – tamanha monstruosidade em termos comunicacionais e intelectuais.

      Gostar

  3. A abordagem multidisciplinar do sentir ao fazer e do ser ao sonho nas suas múltiplas valências em estrita e estreita pertinentes; o vestir da camisola, o arregaçar as mangas tendendo a nunca perder de vista o burilar das arestas da envolvência que nos define, que nos desafia todos os dias na prossecução dos sonhos que almejamos para o dia que amanhecer para todos nós!

    Gostar

    1. Sal,

      O tentar / conseguir executar o melhor possível ; ter / mostrar vontade com / sem mangas de camisa , e conseguir atingir o pretendido (com ou sem arestas envolventes ) faz-nos ir fazer ó-ó contentes e felizes… até o galo do Catedrático Secundário Silva …vir chatear com o seu habitual có-có-ró-có !

      Rima — ( ó-ó com có-có-ró-có )

      Gostar

  4. Magalhães
    Não olvidando outrossim as valências de um ser/estar em consonância com as alvoradas que anunciam um dia outro por vir e provir na envolvência que nos desafia a almejar vestir o fatomacaco dos obreiros do futuro inclusivo e multitudinario rumo aos amanhãs que cantam anunciando cenas.

    Gostar

    1. Sal,

      Muito unidos e a falar a mesma língua.
      Recordei-me dos meus tempos de liceu,Latim e do meu ilustre Professor Mário Dionísio. Das apócopes, síncopes e do reforço do “i” intervocálico.
      Agora,agora é mais ” E pluribus unum”

      Abraço amigo !🤔

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.