“Diploma da Inclusão É Gémeo Do Da Flexibilidade Curricular. Se Não Funciona, O Problema Está Na Sala de Aula”

Se isto foi efectivamente dito – ou algo muito similar – ontem, por um governante numa daquelas sessões em que ninguém tem direito a reagir em tempo útil é porque:

  1. A máscara lhe caiu de vez, finalmente.
  2. O sentimento de impunidade saiu reforçado da remodelação.

kick butt

18 thoughts on ““Diploma da Inclusão É Gémeo Do Da Flexibilidade Curricular. Se Não Funciona, O Problema Está Na Sala de Aula”

  1. Já me sinto aliviado. Pelo menos alguém vem ao encontro das minhas preocupações.
    Quem tal disse tem a “sua” razão”. Afinal, a sala de aula tem cadeiras de infantário para “miúdos” de 1,80 mt. A sala de aula tem um bolores no teto, e em dias especiais as gotas de água caiem em dilúvio nos cadernos e livros. A sala de aula tem janelas com vidros, mas alguns estão partidos e, em dias menos serenos, há uma sinfonia sibilante a zucrinar a atenção. A sala de aula tem recursos dos século XIX, pois não foi bafejada pela Parque Escolar. A sala de aula tem alunos que chegam de Mercedes (para ser genérico) e outros que chegam, já não descalços, que a “feira” da terra dá adidas e quejandos a todos, mas com fome, sim fome. A sala de aula… todos podemos acrescentar mais misérias e mais misérias. Se eles soubessem o que é uma sala de aula!!! Mas só conhecem umas quantas exemplares.
    Aceito que digam que a culpa é da sala de aula. É uma autocrítica e fica-lhe bem. (Antes fosse!) Já não aceito que diga que se venha a dever ao pouco empenho e esforço dos professores. Mas, por outro lado, sem voluntariado, até poderia ser, a nível nacional. “Eles não sabem, nem sonham”…

    Gostar

    1. Irónico q.b., certo? Claro que o problema está n@s docentes, que não querem mudar as suas práticas pedagógicas, inculcar as metodologias do séc. XXI, inovar e por aí fora! Só faltava confirmação oficial, porque o 54 e o 55 têm lá tudo (mais o tal manual xpto desresponsabilizador) e só não os aplica quem não sabe! Formação com el@s!!

      Gostar

  2. isto faz-me lembrar um dia em que no Blasfémias, escrevi 2 casos reais em que os “empregadores” vulgo patrões, por onde trabalhei no início da carreira, tinham em pouca consideração os “trabalhadores” vulgo colaboradores e como isso lhes tinha custado os olhos da cara em novas máquinas desadequadas para os respectivos locais de trabalho, mesmo depois de eu os ter avisado que a coisa ia correr muito mal.
    Fui atacado por todos os lados por pessoas que nunca pisaram os pézinhos em empresas PMEs com condições de organização de produção e trabalho execráveis, pessoas do PSD, CDS e mesmo os nouveaux PS. E de como, ” a culpa está no trabalhador” serve sempre para não ficar “mal visto” em termos políticos ou de outras índoles de luta de classes.
    Como eu dizia aos meus estudantes de doutoramento ” ou mexes o rabinho para ires obter dados empíricos in situ que comprovem o que teoricamente estás a propor em termos de modelo ou não és melhor do que o rafeiro do meu vizinho”

    Gostar

      1. Cara Caravelle,
        ficam aqui os dois casos : fábrica de cerâmicos na zona Centro em que uma fábrica compra um spray dryer(um secador para os leigos) automático e complexo no seu manuseamento e coloca um operário com o 6º ano como operador e com formação muito ligeira(de vão de escada). Não durou 3 meses(a máquina). E a “culpa” foi do trabalhador(não de quem colocou lá um pobre coitado sem estar minimamente preparado para isso).
        O segundo foi numa fábrica de preparados em pvc em que a extrusora foi semi automatizada com um processo “chave na mão” mas esqueceram-se de adaptar o processo à linha de produção manual a jusante(os operários várias vezes queixaram-se e referiram sugestões que eu compilei e adaptei um conjunto de modificações para o chefe que nunca quis ouvir ou aceitar)…foi para o galheiro e foram considerados culpados( os rasos e moi included).
        Isto é só um cheirinho da fraca gestão tuga na indústria.

        Gostar

  3. Então este tipo de afirmações por parte de pessoas com responsabilidade no ministério sucedem-se…

    Já não é só um por engano, são vários plenamente convictos… Isto espelha bem o carácter daqueles que nos governam.

    E não digo mais porque só sairiam palavrões e os que aqui vêm não merecem esse desrespeito…

    Gostar

  4. Pois, a sala de aula…
    O 54 e o 55, feitos por quem não está na sala de aula, que muito provavelmente até abomina a sala de aula, mas para quem a sala de alua serve como argumento justificativo para as falácias pseudo-pedagógicas com que procuram instrumentalizar a escola e a verdadeira sala de aula…
    Enfim, são estes os “doutos especialistas” que nos saíram na rifa… e com os quis somos brindados!

    Gostar

  5. Mais qu’est-ce que c’est ça? Esta publicação reflete a perspetiva dos autores e o ME/DGE não pode ser responsabilizado pela utilização que possa ser feita das informações nela contida. São permitidos apenas excertos desta publicação desde que devidamente referenciada a fonte da seguinte forma: DGE. 2018.

    Gostar

  6. E li no mural do Joaquim Colôa outra fabulosa, parece que por uma das grandes publicistas do 54 numa formação, algures pelo país, sobre as dificuldades em implementar as medidas do 54: “os professores da Educação Especial são excedentes dos outros grupos de recrutamento”.

    Gostar

  7. Olha a F a alertar para a hipótese de a alternativa a esta m…a de políticas ainda poder ser pior. CUIDADO QUE O PASSOS PODE VOLTAR!!!!
    É a linha oficial do comité central.
    Foi a orientação já seguida anteriormente para conter a luta dos professores contra o socras.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.