Falar E Ser Ouvido

Sinto uma enorme falta de terapia em quem em vez de tratar as questões dos educandos tem toda uma vida por resolver e partilhar. Compreendo, até porque profissionais de qualidade dessa área da saúde são raros (há muitos, mas funcionam em automático) e fazem-se pagar muito bem. Já a hora de atendimento é de borla. Nem falo muito por mim, que quase tudo é tratado por via digital. Mas observo. O burnout é geral, não é apenas docente. O poder tornou-se surdo e fala apenas de lá para cá. Mas desde que sejamos centeno e costas, está tudo bééém. Botem mindfulness nisso.

Burnout

8 thoughts on “Falar E Ser Ouvido

  1. De cá para lá…
    Os diretores de serviço dos hospitais continuam a tomar posições e demitem-se. Os diretores das escolas trabalham alegremente e concordam com tudo e o seu contrário…

  2. Startups – Apagar emoções e pessoas 15% mais espertas. Não é ficção, já há tecnologia para isto
    Vivienne Ming. Neurocientista, investigadora, fundadora de várias startups e considerada uma das mulheres referência da indústria tecnológica de Silicon Valley, esteve em Portugal durante o SingularityU Summit e não descansei enquanto não a entrevistei. De pouco me valeram as perguntas que preparei, a conversa ganhou vida própria. De uma forma muito simples, Ming contou-me que já há pessoas a trabalhar numa tecnologia que apaga emoções de memórias — para podermos recordar um momento sem sentirmos nada. Tentador? Assustador? Decidam vocês, mas não tenham pesadelos.

    A mulher que recusou um convite da Uber para ser cientista chefe da empresa — “Nem pensar” — não se ficou por aqui. Contou-me que estava a trabalhar com tecnologia que estimula artificialmente a memória das pessoas para deixá-las 15% mais inteligentes do que o resto da humanidade, que até já estava a ser testada em jogadores de futebol da liga alemã — mas enquanto jogam videojogos. Se isto não for suficiente para vos pôr neste limbo entre a ficção e a realidade, deixem-me pedir-vos que olhem para o vosso telefone. Imaginem que têm uma app que está ligada a um chip no vosso cérebro, na qual podem controlar as partes que querem estimular em determinado momento:

    — Agora quero estudar para um teste, seleciono a opção A.
    — Agora quero apaixonar-me, seleciono a opção B.

    Assustador? Tentador? Decidam vocês, mas “podem sair destas experiências consequências humanas terríveis”. Igualdade de género nas empresas tecnológicas, assédio sexual, críticas a Mark Zuckerberg ou a Elon Musk: Vivienne Ming fala disto tudo. Se o tamanho da entrevista vos assustar, dêem-lhe algum espaço, façam uma pausa e depois voltem.

    Vi “O Despertar da Mente” — no qual Joel (Jim Carrey) e Clementine (Kate Winslet) se apagam da memória um do outro graças a uma inovação tecnológica — há mais de uma década, revi-o algumas vezes ao longo dos anos e voltei a revê-lo no domingo à noite. Acho que andava à procura de algum consolo para aquela Ana desprovida de emoções que me invadiu o sono: sabemos sempre voltar aos sítios onde fomos felizes — mesmo quando voluntariamente os apagamos.

  3. Sísifo

    Recomeça….
    Se puderes
    Sem angústia
    E sem pressa.
    E os passos que deres,
    Nesse caminho duro
    Do futuro
    Dá-os em liberdade.
    Enquanto não alcances
    Não descanses.
    De nenhum fruto queiras só metade.

    E, nunca saciado,
    Vai colhendo ilusões sucessivas no pomar.
    Sempre a sonhar e vendo
    O logro da aventura.
    És homem, não te esqueças!
    Só é tua a loucura
    Onde, com lucidez, te reconheças…
    Miguel Torga TORGA, M., Diário XIII.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.