Polígrafo Com Ele

O actual PM sabe que mente com estes valores, mas também sabe que eles se tornaram um chavão graças à repetição e a alguns artigos manhosos de “opinião” de operacionais mediáticos do PS ao ponto de evitar que alguém verifique de forma independente estas contas, considerando que muita gente nunca progrediria o tempo em causa (casos de quem está no 9º e 10º escalão) e que em outros existem quotas para a progressão (2º, 4º, 6º). Assim como no valor total, se refere apenas a parte da “despesa”, omitindo-se que uma parte significativa desse valor entra depois como “receita” por via do IRS e da CGA/SS, nunca saindo dos cofres do Estado.

Gostava de ver a agulha a saltar quando António Costa diz estas barbaridades com a descontracção de quem nada viu de estranho na governação de Sócrates.

António Costa critica uma eventual coligação negativa no Parlamento para responder às exigências dos professores e garante que não há 600 milhões de euros no orçamento para pagar essa medida.

50 thoughts on “Polígrafo Com Ele

  1. O que se espera do capacho do Sócrates?
    Participou do mesmo desgoverno de Maria Badalhoca Rodrigues.
    Fez o que fez ao Tó Zé Inseguro.
    O que se espera de uma personagem destas? Honra? Verdade? Decência? E no Pai Natal, acreditam?

    Gostar

    1. J.C.
      É mesmo!
      Alhinhou e aplaudiu a falsa Marilú , apoiando o falso engenheiro. Lá arranjou um esquema manhoso para a mulher rescindir a sua ligação ao M.E. e ganhar uma indemnização…
      Mas …nunca opina “deixá-los falar “, parece um daqueles alunos com cara de anjinhos e que … só fazem merd@.
      Não há paciência.
      Gente falsa.

      Gostar

    2. Mas olha que o Tó Zero em plena Comissão de Educação era mesmo um zero, incapaz de uma palavra fora do guião. Um medroso, que fazia que se opunha internamente, mas nada fazia. Se lá estivesse, acredita que só mudava o irmão Galamba…

      Gostar

      1. De acordo. Não defendo o Inseguro, mas, apesar de tudo, acho que não era tão sacana como o Costa. Este é mesmo um sujeito sem qualquer tipo de escrúpulo ou dignidade, oportunista da pior espécie que há. Ou seja, entre políticos maus, há uns que conseguem ser pior que os outros e este é um desses. Nada de bom a esperar, portanto.

        Gostar

  2. “Porque há algo que nem os portugueses nem nenhum desses profissionais nos perdoaria é se o país voltasse a ter de cortar aquilo que agora se repôs”, avisa.” (ACosta)
    Aguardemos…

    Como ouvi um dia destes um jornalista brasileiro dizer: “O povo pode ter memória curta, mas a Internet não”.

    Gostar

      1. Magalhães,
        eu nunca gostei da conversa deste sr. e garanto que não é cisma descabida nem qualquer síndrome de perseguição.

        Nem todo o povo tem memória curta. Tenho bem presentes algumas ações/atitudes/discursos do PM, desde o tempo da presidência da câmara de LX e do tempo de J. Sócrates… Isto para não entrar em questões que possam melindrar leitores ou comentadores do Quintal.

        Gostar

  3. O costa é tudo isso e muito mais…

    O Paulo tem toda a razão na questão dos pretensos 600 milhões como, aliás, sempre alertou. Um belo exemplo de fake news.
    Acrescentaria que a questão não é a de se esses “600 milhões” existem ou não mas de escolhas. O sr. costa fez uma escolha apesar de no orçamento para 2018 ter escrito que tudo reporia. Não esqueçamos esse segundo exemplo de “verdades alternativas”. Vai ficar como o sr. “palavra dada, palavra não honrada”.

    Acho também especial graça ao “não é sério” um entendimento PSD/CDS-PP com Bloco e PCP”. Para poder ir para o poleiro, salvar a sua carreira política de mais uma derrota e mandar abaixo quem ganhou as eleições, o entendimento que congeminou, sem qualquer mandato dos eleitores – vulgo geringonça -, já seria sério… Será que o n.º de votos no parlamento só vale quando der jeito ao sr. costa? Diria que o “não é sério”, aplicado a uma “direita” a executar um programa de resgate, imposto pelos governos dos seus anteriores e atuais correligionários é realmente mais… fake news.

    Se este sr. fosse sério diria a verdade: a austeridade não acabou. Vive-se de cativações que, em apenas três anos, já ultrapassaram os cortes da troika. Orçamenta-se, não se executa, não se levam esses cortes a voto no parlamento que o apoia, numa postura arrogante e profundamente antidemocrática que se traduz em serviços públicos degradados como nunca se viu e que obrigam os parceiros do bloco a engolir sapos a fim de sonharem aceder a cargos governamentais e o pc, felizmente, a finalmente despertar para um n.º de greves como já não havia memória. Mas o sr. costa, com a sua infindável “lata”, já pode tentar enganar-nos, mais uma vez, acerca de como, afinal, o ps também sabe ter “contas certas”. E o ronaldo das finanças a cavalgar-nos a todos em direção ao pôr-do-sol, rumo aos cargos magníficos com que o haverão de agraciar em função do excelente serviço prestado.

    PS: Paulo, não existem quotas do 2º para o 3º escalão, apenas aulas observadas.

    Gostar

    1. “e mandar abaixo quem ganhou as eleições” – Falso

      “o entendimento que congeminou, sem qualquer mandato dos eleitores – vulgo geringonça”- Falso

      “aplicado a uma “direita” a executar um programa de resgate, imposto pelos governos dos seus anteriores e atuais correligionários …”- Falso/Impreciso

      “que se traduz em serviços públicos degradados como nunca se viu”- Falso/Impreciso

      “e o pc, felizmente, a finalmente despertar para um n.º de greves como já não havia memória-Deliciosamente a registar o “felizmente”

      “E o ronaldo das finanças a cavalgar-nos a todos em direção ao pôr-do-sol…”- Verdadeiro

      Gostar

  4. apenas isto é do que suficiente como argumento:
    há outra despesa que “agrava a pressão sobre a execução orçamental pelo lado da despesa”: 913 milhões de euros de injecção de capital no Novo Banco e mais 121 milhões de pagamentos aos lesados do BES. Público

    Gostar

  5. O Costa é outro Guitarras que não sabe fazer contas.
    Quando ele vem com a conversa da treta, eu respondo-lhe com esta: https://www.publico.pt/2018/10/29/economia/noticia/governo-vai-pedir-885-9-milhoes-bancos-falidos-1849235

    E esta, eh?

    Já agora, lembram-se?
    É que nem sequer a tabuada do Ratão, ao menos. Serão já efeitos das aprendizagens essenciais e da flexibilização? Muito avant-garde, portanto.

    Só agora reparei no cromo atrás, à esquerda. Bonito…

    Gostar

      1. Ana A.,

        Afinal só deixei aqui umas provas para o que escreveu num comentário anterior seu:

        “O povo pode ter memória curta, mas a Internet não”.

        E, já agora, salta quando e porquê?

        – sempre que não concorda com outros pontos de vista?
        – porque “insetos” são aqueles que escrevem e pensam diferentemente de si?

        A Ana não tem qualquer alergia. O que a Ana tem é muita dificuldade em dialogar e falta de coragem em defender o que pensa.

        A tratar-se de alergia, é uma alergia à coragem, à franqueza e, especialmente, a qualquer solidariedade feminina, que é coisa que sempre me entristece.

        Gostar

      2. Isto é tão baixo, mesmo vindo da F.
        Apelar à solidariedade feminina da parte da Ana é do mais ridículo que já li. Só podia vir de uma mente perturbada e deformada.
        Por essa lógica todas as mulheres deviam ser solidárias com a ministra sinistra do Sócrates. Por uma questão de sexo. Absurdo.
        Não sei de que está o Paulo à espera para desinfestar daqui pra fora as melgas.

        Gostar

    1. Quase todos fazemos isso.
      F é uma sindicalista proto-comunista empedernida, que tenta destruir os comentários de que discorda (todos os que não alinham pela cartilha márionogueirista). Ignoremo-la. É uma questão de higiene mental.

      Gostar

      1. Ahhhh,

        J.R,

        O problema é que você não ignora. Você usa um ruído parecido com aqueles aborrecidos zumbidos no ouvido (Bzzzz….Bzzzz….Bzzzzz…. ) que tiram bastante qualidade de vida, nomeadamente a nível mental e de raciocínio.

        Há tratamento para isso, atenua sintomas, mas não desaparece para sempre.

        Parece que uma das causas é o envelhecimento.

        Gostar

    1. Caro Paulo,

      Tendo em conta o que escreveu, sou levada a pensar que prefere os “comentários”

      “Bzzzz….Bzzzz….Bzzzzz….” porque não são insistentes e também não são repetitivos.

      Como não demonstram “produto” não há problema. Desde que não façam ondas, está tudo tranquilo.

      Gostar

    1. F,
      “A estupidez é colocada / revelada em diversos comentários … independentemente da fila que ocupem ; a inteligência coloca-se na retaguarda … por falta de pachorra para a aturar ”

      Magalhães Fresquinho

      Gostar

      1. Bertrand Russell, filósofo de que gosto muito e cujos livros (não todos, evidentemente) li quando ainda era adolescente, teria ficado deliciado com esta desleitura do seu pensamento – a inteligência ao colocar-se na rectaguarda para “ver” não tem nada a ver com colocar-se na rectaguarda “por falta de pachorra para aturar alguém, na versão MF.

        Na verdade, essa atitude é que é “estúpida”.

        Gostar

      1. “É importante aprender a não se aborrecer com opiniões diferentes das suas, mas dispor-se a trabalhar para entender como elas surgiram. Se depois de entendê-las ainda lhe parecerem falsas, então poderá combate-las com mais eficiência do que se você tivesse se mantido simplesmente chocado.”

        Bertrand Russell

        Gostar

  6. Um vídeo para o spam?

    Que não seja bloqueado, pela simples razão de que está cheio de sabedoria e de que sempre podemos todos aprender com coisas tão simples que, por vezes, nos esquecemos. A voz de Bertrand Russell neste domingo chuvoso e cinzentão:

    Gostar

    1. F,
      Já passaste da normalidade.
      Essa tua agressividade ao designar de “estúpida” nem percebi bem o quê…olha arranja alguém para ires à missa que daqui … já chega. ( talvez o teu amigo Nogas,mas nem esse já deve ter pachorra para te aturar).
      Nunca comentaste nada de modo original ou de forma inteligente. Não consegues , nem nunca conseguirás. Por isso consegues criar esta alergia geral.
      És uma melga , muito melga !
      Só aqui apareces para dizer tretas ,mas com “ar” de superioridade…
      Boas missas,com ou sem Nogas !
      Bzzz …Bzzzz….Bzzzzz !

      Gostar

  7. O “ter passado da normalidade” é um bom elogio.

    Gostei.

    “O problema do mundo é que tolos e fanáticos estão sempre cheios de convicção, enquanto os sábios estão sempre cheios de dúvidas”

    — Bertrand Russell

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.