É O Delírio Das Cruzinhas

Isto (FINAL Mobilidade de Medidas 2º 3º ciclo e Sec) é uma espécie de orgasmo inclusivo. Anda a ser partilhado por aí como sendo algo a aplicar. Para operacionalizar estas explicações, igualmente orgásmicas: FINAL AVALIACAO Alunos NecAprend. Que parecem querer “ajudar” a aplicar o 54/2018.

Cruzes, credo. Embora sinta a falta de umas alíneas explicativas adicionais. Numa perspectiva holística, claro. Desde que desmontemos tudo em quadradinhos e grelhas. E depois eu é que sou má-língua, David!

Cruzes

 

25 thoughts on “É O Delírio Das Cruzinhas

  1. Realmente … inqualificável .
    Mas … mas como é possível ?
    É mesmo brincar,gozar,etc às escolas , aos professores , às cruzinhas, ao raio que os partam.
    Vai de mal ( péssimo) a pior ainda! Que gente !

    Inacreditável !

    Gostar

    1. E anda a ser servido em grupos de debate sobre a matéria… ainda não percebi se é para aplicar a todos os alunos que tenham “dificuldades”. Com isto à frente, a escala começa logo no 3 (Básico) ou 10 (Secundário).
      E no 2º período começa no 4 e no 14.

      Gostar

  2. No meu agrupamento, o número de páginas ainda é maior. Só não está desenvolvida a questão dos critérios.

    Eu vou rir-me tanto quando se aplicarem medidas aos alunos com 7 e 8 e estes passarem a 12, 13, 14, etc., enquanto os tristes que até se esforçam mas não passam de 10 ou 11… ficam com 10 ou 11.

    Tudo isto, caro Paulo, e peço-lhe desculpa pela linguagem, é uma valente merd@! Infelizmente grande parte dos nossos colegas (e psicólogos) alinha nisto com um entusiasmo desmedido!

    Gostar

    1. Com a medida universal mais adequada à supressão das dificuldades do jovem: tira-se o 8 e coloca-se o 14!

      Com a 1ª é o professor que é incompetente, com a 2ª é um professor inclusivo do séc. XXI.

      Com a 1ª o professor candidata-se a ser seleccionado para formação de lavagem cerebral ( que para isso há dinheiro), com a 2ª maximiza o ditado” albarde-se o burro à vontade do dono”.

      Com a 1ª é apontado como responsável pelo não cumprimento das metas do projecto educativo e insucesso do aluno, com a 2ª contribui para o sucesso em toda a linha!

      Com a 1ª é um prof. de mer** e com a 2ª é excelente!

      Gostar

  3. No meu agrupamento também há uns papéis deste tipo. Disse a uma colega muito entusiasmada com a causa que, pessoalmente, hesitava entre preenchê.los com uma só cruzinha, ou em deixar apenas uma quadricula em branco.
    Perguntou-me porquê e eu disse-lhe que era a única forma que eu conhecia de dar relevância a qualquer informação que se queira colocar em redes de pesca como as que vêm aí.

    … agora não me fala.

    Gostar

  4. Por outro lado, (isto se calhar não é lá muito profissional e tem mais que ver com hormonas, andropausas e elans a la Peter Pan de juventude já perdida) pretendo causar celeuma, dar nas vistas e ser comentado -e mesmo cuspido- por bocas recheadas de bacalhau com natas no jantar de Natal. Pretendo, portanto, discutir acaloradamente nalguns CTs e noutros concordar com tudo o que diga a colega (aquela que agora não me fala) e propor até mais umas dez cruzinhas por cada verbete.
    Justificarei cada cruzinha com frases do tipo: ‘cada criança é um mundo’, ‘isto, pá, o mundo é composto de mudança’, ‘vamos experimentar, tem que ser…’, ‘só há sucesso se houver compromissos’… e outras.
    Tudo com convicção e entusiasmo. Sempre!

    Gostar

  5. A dura verdade do modelo educativo Educação Ariana/Trindade/Verdasca, etc… Que pelo Canadá já anda há uns tempos…

    ”Math education in Alberta has reached a new low. Our rate of math illiteracy has doubled for Grade 4 students since 2011, with our most vulnerable students hit hardest.”

    …The students hit hardest are the kids who don’t have parents who can teach them math at home, or lack parents willing and able to pay for expensive tutoring, as increasing numbers of Alberta families are now doing.
    “It’s like a bright red flag that our students in both math and literacy in certain socioeconomic groups are disadvantaged,” says Education Minister David Eggen…
    ….Many math professors and teachers blame the failing results on the pervasive influence of a new style of teaching math, known as “constructivism” or “discovery math.”
    Across western Canada for the past 20 years, the memorization of times tables and the teaching and diligent practice of standard arithmetic has been downplayed. Indeed, the conventional style of teaching math has been derided by discovery math advocates as “rote learning” and “drill and kill.”

    …“The trend is quite disappointing,” says University of Alberta math professor Vladimir Troitsky. “It is likely due to a large extent to discovery math and changes in curriculum.”…

    Fonte : EDMONTON JOURNAl, DAVID STAPLES

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.