A Palavra do Ano

Últimos dias para que seja “professor”, porque me parece que não tem havido a necessária mobilização para que esse destaque surja na comunicação social numa altura em que é muito importante que se combata a ideia de que a opinião pública está contra nós e se confirme que ainda podemos fazer mossa.

Finger

 

12 thoughts on “A Palavra do Ano

  1. Já votei logo que a iniciativa foi divulgada. 👍

    Entretanto, divulguei-a e fiz a ‘evangelização’ possível junto dos familiares e amigos. 😊
    Ao contrário do que se quer fazer crer à opinião pública, foram vários os que me disseram que “Professor” foi (facilmente!) a palavra por eles escolhida.✌️ ✌️

    Gostar

  2. Mas podeis votar novamente… a sério.

    Pedi a mais colegas bloggers para voltarem a apelar, mas até agora… népias.

    Deve ser da quadras, mas… há estratégias que passam obrigatoriamente pela visibilidade, Não é um por-menor, um detalhe, um capricho pueril.

    Gostar

    1. Eu sei que podemos. 😉😊

      Julgo que as pessoas estão saturadas de tanto serem “enxovalhadas”, descredibilizadas e muitas outras coisas acabadas em “adas”…

      Eu também não considero que este tipo de ‘coisas’ sejam pormenores.
      Há várias formas de nós ‘fazermos’ vivos e presentes.

      Obrigada por mais este seu contributo!!
      Invejavelnente incansável e resistente!! 👍👏👏

      Gostar

  3. A palavra do ano devia ser “criatividade”.

    Quando a criatura a pronuncia, fica-me a dúvida sobre a opção a tomar:
    a) Colocar as calças a meia haste;
    b) Arriar as calças na totalidade e desapertar os atacadores;
    c) Repuxar as cuecas até cobrir a cabeça e os olhos.

    Valha-nos o facto de o governo ter aprovado a comparticipação dos tratamentos termais. Sempre teremos uma velhice menos reumática.

    Gostar

  4. “Uma das pioneiras da inovação pedagógica em Portugal, Maria Emília Brederode dos Santos, hoje presidente do Conselho Nacional de Educação, acredita que as medidas para tornar a escola mais flexível vão vingar, porque é a própria economia que as pede.” (DN)
    Já não têm qualquer vergonha em assumir a que interesses servem.

    Excelente ano para todos e Grande Muito Obrigada ao Paulo Guinote pela sua infinita e honesta capacidade de luta!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.