Nunca Me Pareceu Outra Coisa

Mas há quem precise de outra coisa para sobreviver à mesa e prolongar a ilusão de que estão a conseguir algo.

“Eu o que quis foi, apenas, apreciar a questão formal – mas toda a forma tem algum conteúdo – que era a aplicação da lei do Orçamento através de um processo negocial já agora no ano em que nos encontramos. Foi só isso”, declarou Marcelo Rebelo de Sousa.

HisMastersVoice

5 thoughts on “Nunca Me Pareceu Outra Coisa

  1. Já se adivinhava. Não quer o epíteto de “força de bloqueio”. Também não quer desprezar os votozinhos dos professores… Quer agradar a gregos e a troianos. Pois. Já vimos este filme antes.Vai dai, um “snim”. Decidiu e agora desfaz-se em desculpas porque é preciso ficar bem em todas as selfies,,, Isto não é coisa de Homem com H grande. É muito pequenino, mesmo.

    “When the going gets tough, the tough get going.”

  2. Havia vantagem em arranjar uma primeira dama. Assim, um poderia fazer o papel de castigador enquanto o outro punha água na fervura. Esta tentação de ser pai e mãe dos portugueses só vai dar confusão na educação do povo.

    E mesmo para pai talvez não sirva. O que os portugueses e os brasileiros apreciam é o modelo “professores de ginástica militar”, como o Otelo e o Bolsonaro. Pensando melhor, pode ele fazer o papel de fofinho.

  3. O PR tinha inteligência, imaginação e criatividade (como por estes dias tanto gostam de dizer…) suficientes para fundamentar o veto de outra forma, mas, por essas mesmas características, recorreu ao tal argumento ‘fraquinho’…

    Bem, o argumento técnico-formal de certa forma é favorável a ‘todos’…
    O PR fica confortavelmente em ‘cima do muro’, o governo só tem de voltar a fazer de conta que negoceia, não negociando nada, a plataforma sindical ganha algum tempo, mas, das duas uma, ou também faz de conta que negoceia ou fica sem espaço para ‘lutas futuras’, correndo o ‘risco’ de contribuir para a consolidação da ideia de que é irredutível, etc., o que não é de todo mau (para eles), certo?

    E os professores? Pois… Por arrastamento, correm o risco de…
    Bom, estamos a começar um novo ano, por isso vamos deixar as reticências onde estão. 😉

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.