Aguarda-se Para Aí A 5ª Reforma Numa Década (Com Uma Proposta Minha Em Adenda)

Matemática revirada do avesso

Grupo de trabalho criado pelo Governo analisa programas, metodologias de ensino, taxas de recuperação, e o insucesso da disciplina. Associação de Professores de Matemática espera que os professores sejam consultados sobre as aprendizagens e o envolvimento dos seus alunos.

Como sabeis, sou pessoa prestável e por isso deixo aqui singela proposta para definir o critério-padrão para uma avaliação de sucesso:

1º ciclo – reconhecer a existência do termo “Matemática” para designar uma área de estudo. Dar duas cambalhotas para desanuviar.

2º ciclo (enquanto existe) – saber a tabuada, com consulta de uma tabela. Desenhar uma flor para atenuar o saber enciclopédico acumulado.

3º ciclo – aplicar as quatro operações básicas com um máximo de dois dígitos e reconhecer o termo “Geometria” como uma área que também se pode estudar mais lá para a frente. Jogar fortnite (ou equivalente) durante uma hora por cada conta feita.

Secundário – distinguir quatro formas geométricas e reconhecer um sólido em situação de crise nacional. Aplicar os conhecimentos no jogo dos quatro cantinhos.

 

lapisviarco.tabuada

11 thoughts on “Aguarda-se Para Aí A 5ª Reforma Numa Década (Com Uma Proposta Minha Em Adenda)

  1. Excelente proposta a sua, Paulo!😂

    Não serão precisos estudos – nem baratos nem dispendiosos – para assegurar o sucesso a Matemática com o que propõe!

    Se ruírem prédios, caírem pontes, etc. o ME e o governo que assumam e resolvam os danos.

  2. A associação ‘espera’? Pode esperar sentada…
    A Sociedade portuguesa de matemática já deve estar com is cabelos em pé com tanto disparate.🙄

  3. Acho a sua proposta descabida, elitista e onerosa. O programa devia cingir-se ao treino dos polegares e à memorização de perguntas relacionadas com fotos.

    Por exemplo: se o aluno quiser pagar o almoço na cantina, deve aprender a associar a imagem de um fardo de palha à pergunta “Quanto custa, tipo, essa cena, topas, daaah?”.

    O esmartofone apresentará o campo para se introduzir o preço de cada prato com a legenda “copia os desenhos que estão à direita da foto do que vais comer”.

    Para que isto resulte teremos de eliminar o 9 o 8 e o 6 do sistema de numeração porque são demasiado parecidos com o 3 e a petizada baralha-se a copiar os desenhos. O 7 também é demasiado parecido com o 1.

    O sistema passará a ser 1, 2, 3, 4, 5 eliminando-se assim as redundâncias e permitindo que se use uma mão para comunicar com o semelhante sem precisar de largar o esmartofone.

    O zero, invenção tardia, deixa de ser necessário dado que não há almoços grátis.

    subscrevo-me com elevada consideração

    O relator da Comissão Parlamentar para a Disseminação dos Valores Profundos e Até Vagamente Humanistas da Inclusão e Flexibilidade Vernaculares

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.