A Ler

Tabelas de IRS: Não entram ricos, deficientes e parvos

(…)

As tabelas publicadas na sexta-feira são a confirmação de que o Governo PS vai colocar toda a carne no assador fiscal este ano (ano de três eleições), à custa de rendimentos do ano passado e à custa dos de 2020.

No ano passado, depois de anunciar o aumento do número de escalões, de cinco para sete, o Governo deveria ter ajustado de imediato as taxas de retenção na fonte de IRS de forma a espelhar a baixa de IRS. Não o fez, ou melhor, fê-lo de forma parcial. Isso fez com que ao longo de 2018 todos os contribuintes estivessem a pagar mais IRS do que aquele que deveriam. O que quer dizer que em junho/julho, algures entre as europeias e as legislativas, os contribuintes vão receber o cheque do reembolso relativo aos rendimentos de 2018 mais generoso, à custa do que andaram a pagar a mais em 2018.

Money3

Adivinhem Quem Afinal Até Escreve Sobre A Banca?

Sendo a CGD já fala. Podia argumentar-se que é porque é “pública”. Mas também fala do BCP, que é privado. Acha tudo um escândalo, acha tudo um nojo. Eu também. Mas é dos analistas selectivos, com memória truncada e muito pouco decoro no corpo todo. Até porque escreve mais de quatro colunas de texto, nomeando muita gente, mas nunca o engenheiro.

exp26jan19

Expresso, 26 de Janeiro de 2019

(só faltou dizer que a culpa foi dos professores para o ramalhete ficar completo)

Sábado

Desde muito miúdo que ler foi para mim a fonte primeira de exercitar a imaginação, de conhecer algo mais do que o que me rodeava. Apesar da televisão ter aparecido em casa desde que eu ainda mal equilibrava a cabeçorra nos ombros, apesar da internet nos ter aberto um mundo imenso, a leitura sempre me ofereceu algo que eu desconhecia. Porque aquilo de aprender ao longo da vida deve ser mais do que frequentar umas horas de “formação” com guião e carreiro estreito. Porque não devemos ter medo de descobrir coisas novas, mesmo que contraditórias com as nossas crenças. Um saudoso professor da Faculdade dizia-nos que só os medíocres receiam quem sabe mais do que eles ou recusam enfrentar a insuficiência do seu saber.

img_0321