Imparidades

A maior parte de quem aqui passa terá a noção de que muito do que é falado em off entre colegas, de vários pontos do país, por mail ou outras mensagens, não chega a letra de post por razões mais ou menos naturais. Mas há sempre formas de codificar certas situações em abstracto, coisas que nos revoltam, embora tenhamos de as aguentar no nosso quotidiano. Nem vou falar da relação inversamente proporcional entre competência e disponibilidade para aconselhamento não solicitado. Isso é velho. Como é de antanho aquela coisa de dar a uns barras de ferro e a outros pranchas de pinho da flandres e depois fazerem o bem intencionado reparo de que os barcos que aqueles fazem flutuam um pouco pior do que os destes. Novo, ou talvez não, é garantirem que as barras de ferro flutuam na perfeição e a falha é da forma como as usamos.

pluto-scratching

4ª Feira

Dá-me assim um aborrecimento com aquelas pessoas que estacionam em plena rua para as suas crianças saírem para o eixo da via em estradas de dois sentidos. Ou talvez melhor, em ruas de sentido único, pararem do lado esquerdo e lançarem a descendência para o meio da estrada. Em tempos pensei que poderia ser incúria ou inconsciência, mas depois de uns reparos, percebi que é mesmo estupidez.

funny-quotes-stupid-people