Sou Mesmo Bruxo!

Eis o projecto do próximo mandato da geringonça. O PS não adere já apenas por achar que o assunto ainda não está maduro, mas é só achar que o povo já engole tudo.

Bloco vai propor fim dos exames do 9.º ano

Deputada Joana Mortágua fez o anúncio durante o debate das recomendações do CDS e do PCP para que o Governo estude a reorganização dos vários ciclos de ensino, desde o básico ao secundário. O PS alega que o assunto não está no programa de Governo.

Já o tinha previsto esta semana e enviei ontem um texto para sair daqui a dois sábados sobre rankings e transparência em que falo disto mesmo. Prepara-se o fim de tudo que permita uma avaliação externa do desempenho dos alunos e das escolas no Ensino Básico, num salto espectacular para o passado, directamente para meados dos anos 90, a época dourada de alguns. Que não percebem que, mesmo sem aquela obsessão do “século XXI” os tempos mudaram e medidas destas só servem para retirar credibilidade à tão amada Escola Pública. Ficarão as provas de aferição que, vamos lá ser sinceros, só têm servido para alguns reclamarem mais horas no currículo do 1º ciclo.

zandinga

18 thoughts on “Sou Mesmo Bruxo!

  1. Paulo, aconselho-o a jogar no Euromilhões, na lotaria e a comprar raspadinhas. 😉

    Só não percebo é porque o BE não propõe o fim de qualquer forma de avaliação, p.e., dos exames do secundário, dos testes, dos relatórios, etc.
    Ou melhor: porque é que não propõe de uma vez por todas que a escola – do 1. ciclo ao secundário – se converta num efetivo e literal prolongamento do infantário?
    E, assim, até aos 17, 18 anos, a vida “escolar” era toda ela lúdica (para não dizer outra coisa…). Seria uma alegria prolongada até ao embate final com a dura realidade…
    E é isto a visão do ensino para o século XXI, meus caros.

    1. Ou eu me engano muito ou já estivemos mais longe… Todos os sinais apontam para isso… O terreno está a ser preparado. Lentamente, mas de forma segura. Aliás, a destruição que está a ser feita da carreira docente (para chegar ao ponto de, efetivamente, a alterar por vias legais e, com certeza, “negociada” com as forças representativas da classe…) vai a par da destruição de um ensino público de qualidade (é caro e não interessa). Entretanto, vão-se atirando ideias para o ar… O ensino superior é que deve escolher os seus candidatos… O secundário deve ser um ciclo completamente independente do superior… Não é que esta não seja uma questão importante e suscetível de ser equacionada (já o tem sido). No entanto, a maneira como ela vai surgindo atualmente não obedece a uma questão séria de reorganização de ciclos de ensino ou de reflexão sobre os curricula ou de procura de melhores condições de aprendizagem (escola do século XXI em salas com 30 alunos onde quase ninguém se pode mexer e em que o ambiente chega a tornar-se irrespirável?). Tretas, demagogia, baixa política, hipocrisia. E nós entretidos com grelhas, e nós entretidos a olhar para o vizinho, e nós calados, e nós em guerras intestinas, e nós em conversas de corredor… e nós, afinal, quem somos, o que somos?

  2. Meu caro Paulo, o BE não quer o fim dos exames do 9.º ano, quer TUDO! Tudo aquilo que cheire a prestar provas, a um percurso que não seja uma longa reta, a reprovação…

  3. Mas que aberração! Não concordo nada, com o fim dos exames no 9ano! Os alunos têm que passar por essas experiências, a vida vai pô-los à prova muitas vezes e de modo brutal! Que gente louca!

  4. Este mesmo BE diz, há mais de três anos, que tem uma proposta para o regresso da democracia às escolas (novo modelo de gestão). Por que não a apresenta? Será porque a democracia deles está “madura”?

  5. “Parlamento dá sinais de que quer acabar com o 2.º ciclo”. In “Com Regras”. Mas não dá qualquer sinal de querer democracia nas escolas !!!! Vergonhoso.
    Nota: muitos professores parecem ainda não ter percebido o que está a envenenar as escolas….

  6. Muitos professores estão cansados e doentes. Entre baixas e doenças já só estão a fazer o mínimo dos mínimos, à espera da primeira oportunidade de saída com a menor penalização possível. Enxovalhados e escorraçados por todos, especialmente pela tutela, já não querem saber. Não os critico. Compreendo-os. Já estão a ver a vida que lhes resta e que não é risonha. Uma reforma de miséria para pouco tempo de vida.

    Invejo a união entre os enfermeiros, mas esta semana percebi porquê. Têm mais sangue novo. Tem muita gente mais jovem, o que nestas lutas faz muita diferença.

    1. …de certa forma concordo consigo…
      Por exemplo, aulas observadas Aos 60 anos, com mais de 30 de serviço!!!!, ou é para enxovalhar ou para avaliar algum problema de saúde…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.