Amanhã É A 2ª Feira Dos “Próximos Vindouros Dias”…

… anunciados por um ministro irrelevante para o efeito, sendo que o destino de parte muito importante do tempo da vida profissional de dezenas de milhar de docentes será de novo alegadamente negociada por gente a quem não reconheço honestidade ou competência para o fazer, antes achando que são uma espécie de bailarinos de terceira categoria, mais para o habilidoso nas justificações depois do baile do que em tudo o mais. Como o meu dia será daqueles para o cheio, não sabendo desde já se terei tempo para um prognóstico mais próximo do meio do jogo, faço-o desde já, não vá, como em tempos, o próprio wordpress ser-me filtrado ao amanhecer e só poder publicar alguma coisa ao pôr do sol.

clown

 

12 thoughts on “Amanhã É A 2ª Feira Dos “Próximos Vindouros Dias”…

  1. Será mais do mesmo: mais conversa para enganar palermas e ir empurrando o problema para a frente. Factos concretos: népia.
    Entretanto, o tempo irá passando, os sindicatos farão uns autocolantes de protesto, um tremendo abaixo-assinado, ainda maior que o último (e talvez em papel mais absorvente, de modo a ter alguma utilidade), mais outra daquelas grevezitas à sexta-feira (e que mudam tanto, no dia seguinte, como um cão a uivar à Lua) e as eleições passarão. E a seguir às eleições a conversa endurecerá e os Professores amocharão. Como sempre. E continuarão a votar em quem lhes põe a pata em cima. E continuarão a sustentar sindicalistas que não são Professores.
    Sinto-me cansado de toda esta palhaçada. Muito cansado…

    Gostar

  2. O Tiaguinho está chocado com o facto de os sindicatos ainda usaram o mesmo crachá (o dos 942) e Costa orgulhoso e inflado repete a intransigência dos sindicatos; eu até diria antes “incontinência negocial”… de…

    E nós? Em que é que ficamos?
    Vamos continuar a assistir impávidos a esta novela previsivelmente repetitiva?

    Gostar

    1. Fomos nós, os Professores.
      Os sindicalistas não são Professores, são sindicalistas; esta conversa de engana-parvos dá-lhes, na verdade, um jeitão.
      Porque eles vivem do descontentamento dos Professores.
      Se os Professores estivessem felizes e satisfeitos, os sindicatos perdiam a razão de existir e, se calhar (horror dos horrores) ainda tinham de ir dar aulas.

      Não custa perceber porque é que este assunto se tem arrastado tanto: dá jeito a Desgoverno e a sindicatos. A nós é que não dá. Mas o que é que isso interessa? Professores são ‘apenas’ quem prepara a geração que virá a seguir, são ‘apenas’ de quem depende a formação dos portugueses. Portanto, poupem-se os tostões que se gastariam com gente tão pouco importante.

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.