Uma Petição Para Não Ser Outra Coisa (Uma ILC, Por Exemplo)

O desplante de alguns feijões frades é imenso. E querem que confiemos neles? Não apoiaram a ILC e agora querem uma coisa quase igual, enquanto em matéria de partidos dizem que coiso e tal e assobiam para o lado? Não têm dados? Peçam-nos… os deputados têm esse poder.

Quanto à Plataforma Sindical, é patético fazerem uma petição que não impõe nada, sabendo-se que há quase um ano poderiam ter optado por apoiar o que estava a ser feito de forma correcta. Lamento… perdi qualquer confiança (se é que me restava alguma) em gente que se limita a ser correia de transmissão desta ou aquela perna da geringonça.

Petição em prol da recuperação integral

Na ausência de negociações sobre as propostas apresentadas pelos sindicatos, no próximo dia 7 estes irão entregar no Parlamento uma petição com mais de 60 mil assinaturas de docentes em prol da recuperação integral dos nove anos, quatro meses e dois dias do tempo de serviço que esteve congelado, disse também o líder da Fenprof.

Também irão pedir uma nova reunião com os grupos parlamentares já não com vista a uma apreciação parlamentar de um futuro diploma que o Governo vier a aprovar, mas sim com o objectivo de o Parlamento, “através de uma Lei da República, pôr fim a este processo o mais rapidamente possível de modo a não prejudicar o 3.º período de aulas”, acrescentou Nogueira. 

Mas este é um caminho que os partidos à esquerda do PS não se comprometem a seguir e que o PSD e o CDS já descartaram, como testemunharam vários deputados ouvidos pelo PÚBLICO. 

Tanto Margarida Mano, do PSD, como Ana Rita Bessa, do CDS, indicaram que não avançarão para uma iniciativa legislativa por não disporem de dados reais por parte do Governo sobre os impactos financeiros da recuperação integral do tempo de serviço. E o PCP e o BE também não garantem que o farão. “Não descartamos nenhuma possibilidade, mas não é prudente estarmos já a precipitarmo-nos”, diz Ana Mesquita (PCP). “Espero que não venha a acontecer”, resume Joana Mortágua (BE).

pieintheface

 

6 thoughts on “Uma Petição Para Não Ser Outra Coisa (Uma ILC, Por Exemplo)

  1. Estamos perante um problema multifactorial e multinível, que resulta da inclusão de altíssimos níveis de flexibilidade nas estratégias sindicais para o século XXII, única forma de liderar e preparar os professores (coitados) para situações que estes pobres seres nem sonham quais possam vir a ser.

      1. Sim, claro. 😊

        As universais são pouco seletivas; são para as massas… Logo, para quem “sonhou/almejou” alcançar o sétimo céu no ensino com o famoso DL, partiu de um princípio contraditório e ridículo – infantil, do ponto de vista intelectual – relativamente ao pressuposto no comovente e idílico preâmbulo do dito DL.
        Burrice… (para não escrever outra coisa…).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.